Balança fecha abril com US$ 10,34 bi de superávit, puxada por vendas de minério de ferro

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Reprodução / Site Governo Federal

O Ministério da Economia informou nesta segunda-feira (3) que o saldo da balança comercial do mês de abril foi positivo, com US$ 10,349 bilhões de superávit.

De acordo com o órgão, entre os dias 1 e 30 do mês passado, as exportações somaram US$ 26,481 bilhões, enquanto as importações totalizaram US$ 16,132 bilhões.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

O governo informou que este é o segundo maior superávit comercial registrado em um único mês desde que a série histórica passou a ser computada pelo Ministério do Desenvolvimento, Industria e Comércio (hoje fundido à Economia), em janeiro de 1989.

O resultado foi creditado à forte demanda externa por produtos básicos, como alimentos e minério de ferro, além do câmbio, que segue com o dólar em alta no Brasil, e favorece as vendas externas.

Os dados do ministério informaram que as exportações cresceram 50,5%, pela média diária, em abril deste ano, na comparação com o mesmo período de 2020, enquanto as importações subiram 41,1% no mesmo período comparativo.

Quadrimestre positivo

Os números de abril registraram uma tendência da balança comercial brasileira nos primeiros meses de 2021.

De acordo com os dados do Ministério da Economia, até agora, entre janeiro e abril, o superávit registrado é de US$ 18,257 bilhões.

Esse valor é 103,9% maior do que o do mesmo período do ano passado, época em que a somatória foi de US$ 8,955 bilhões.

O superávit foi registrado graças às exportações que chegaram a US$ 82,130 bilhões e apresentaram alta de 26,6% em relação ao mesmo período do ano passado.

As importações, por sua vez, também subiram, e totalizaram US$ 63,873 bilhões no período, uma alta de 14%.

Destaques da balança comercial

O órgão informou que os principais destaques da balança comercial de abril no campo da exportação ficaram por conta de produtos agropecuários (44,4%), além de produtos da indústrida da transformação (43,9%) e da indústria extrativa (72,3%).

Os principais destaques da agropecuária ficaram por conta das vendas de soja (43,1%); Algodão em bruto (112,8%) e café torrado (27,1%). As exportações de minério de ferro subiram 106,3%, e as de petróleo bruto 49,2%.

As importações que mais registraram alta foram as de produtos agropecuários (1,6%) , da indústria extrativa (35,5%) e de produtos da indústria de transformação (42,6%).

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3