Balança comercial dos EUA tem déficit de US$ 74,4 bilhões

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Marcello Casal/ Agência Brasil

O déficit comercial de bens e serviços dos Estados Unidos chegou a US$ 74,4 bilhões em março. É o que apontam os resultados divulgados nesta terça-feira (4) pelo Departamento de Comércio do país.

A projeção do mercado era por déficit maior, de US$ 70,5 bilhões.

Tanto as importações quanto as exportações cresceram no mês, mas houve um aumento maior das importações do que das exportações.

As importações alcançaram US$ 274,5 bilhões, ao passo que as exportações, US$ 200 bilhões. O crescimento foi de 6,3% e de 6,6%, respectivamente.

EUA: superávit de US$ 1 bi com Brasil; déficit de US$ 36,9 bi com China

Houve superávit no mês de março com América do Sul (US$ 3,6 bilhões), Hong Kong (US$ 2,9 bilhões), Brasil (US$ 1 bilhão), Cingapura (US$ 600 milhões) e Reino Unido (US$ 100 milhões).

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

Já os déficits foram registrados com China (US$ 36,9 bilhões), México (US$ 8,4 bilhões), Alemanha (US$ 5,5 bilhões), Japão (US$ 5,1 bilhões), Canadá (US$ 3,1 bilhões), Itália (US$ 2,9 bilhões), Taiwan (US$ 2,6 bilhões), Índia (US$ 2,2 bilhões), Coreia do Sul (US$ 2,1 bilhões), França (US$ 1,5 bilhões) e Arábia Saudita (100 milhões).

balança comercial EUA

Reprodução/Departamento de Comércio