Balança comercial brasileira tem novo superávit em março: US$ 4,713 bilhões

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Reprodução/Facebook

O ministério da Economia divulgou nessa quarta-feira (1º) os números da balança comercial brasileira referente ao mês de março. O saldo ficou positivo em US$ 4,713 bilhões. As exportações cresceram para US$ 19,239 bilhões, assim como as importações, para US$ 14,525 bilhões. A corrente de comércio no mês ficou em US$ 33,764 bilhões.

O acumulado do ano, que teve até aqui 62 dias úteis, está em US$ 50,095 bilhões em exportações, com média diária de US$ 808 milhões; e em US$ 43,960 bilhões em importações, com média diária de US$ 709 milhões.

Março teve 22 dias úteis e deu US$ 874,5 milhões por dia em exportações, contra US$ 660,2 milhões em importações. O saldo diário ficou positivo em US$ 214,2 milhões.

Conquiste sua Independência Financeira. Conheça os 4 Pilares para Investir

Comparações

Na comparação com o mês de fevereiro, que teve 18 dias úteis, por ser menor e por conta do Carnaval, março apresentou um saldo positivo 52,3% maior, saindo de US$ 3,096 bilhões para US$ 4,713 bilhões. A média diária também teve um acréscimo de 24,6%, saindo de US$ 172 milhões para US$ 214,2 milhões.

Na comparação com o março de 2019, que só teve 19 dias úteis, houve também aumento de saldo positivo de 9,7%, saindo de US$ 4,296 bilhões para os atuais US$ 4,713 bi. Entretanto, a média diária nessa comparação caiu 5,2%, saindo de US$ 226,1 milhões para os atuais US$ 214,2 milhões.

A média diária da corrente de comércio também caiu em comparação com fevereiro de 2020, 6,7%; e em comparação a março de 2019, 4,6%.

Acumulado de 12 meses

As exportações caíram no acumulado de abril de 2019 a março de 2020 (US$ 224,311 bilhões, com 254 dias úteis) em comparação com o acumulado de abril de 2018 a março de 2019 (US$ 235,766 bilhões, com 250 dias úteis).

O mesmo ocorreu com as importações. Nos últimos 12 meses, as compras feitas pelo Brasil ficaram em US$ 179,165 bilhões, contra US$ 180,950 bilhões no 12 meses anteriores.

O saldo positivo caiu 17,6%, passando de US$ 54,816 bilhões nos meses de abril/18 a março/19 para US$ 45,145 bilhões dos últimos 12 meses.

Segundo a Agência Brasil, “em nota, o subsecretário de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior, Herlon Brandão, afirmou que a retração no comércio global deve dificultar a retomada das exportações brasileiras no curto prazo”.

“É importante ressaltar que quedas bruscas na demanda nos mercados de destino podem demorar meses para se refletirem em redução das exportações brasileiras. Parte das mercadorias exportadas possuem contratos de fornecimento de longa duração. Além disso, as exportações são contabilizadas na saída da mercadoria do território nacional, e podem demorar 30 dias para chegar ao mercado de destino”, ressaltou.

LEIA MAIS
Balança comercial acumula saldo positivo de US$ 1,3 bilhão no ano

Balança comercial tem superávit de US$ 520 mi na 3ª semana de fevereiro