Balança comercial brasileira começa setembro com saldo positivo de US$ 1,795 bilhão

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Balança Comercial

O Ministério da Economia divulgou nesta terça-feira (8) o resultado prévio da balança comercial brasileira na primeira semana de setembro e o saldo ficou positivo em US$ 1,795 bilhão. Essa primeira semana teve apenas quatro dias úteis, exatamente o que acontece na segunda, por causa do feriado de 7 de Setembro.

O resultado veio com US$ 4,127 bilhões de exportações e US$ 2,332 bilhões de importações.

A corrente de comércio ficou em US$ 6,458 bilhões.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

No acumulado do ano, o saldo está em US$ 38,076 bilhões, com corrente de comércio de US$ 246,819 bilhões.

Crescimento de 6,7% na média diária das exportações

No acumulado até a primeira semana de setembro de 2020, as exportações tiveram média diária de US$ 1,031 bilhão.

No mesmo período do ano passado, a média diária computada era de US$ 966,59 milhões.

Ou seja, agora houve uma alta de 6,7%.

Em relação às importações, houve queda de 25,8%.

A média diária até a primeira semana do nono mês deste ano ficou em US$ 582,95 milhões.

No mesmo período de 2019, a média diária era de US$ 785,48 milhões.

Balança Comercial por setor

No acumulado até a primeira semana do mês de setembro de 2020, comparando com igual mês do ano anterior, o desempenho
dos setores pela média diária apresentou crescimento de US$ 23,01 milhões, ou 13,6%, em Agropecuária.

O agro vem sendo o puxador da balança brasileira há muito tempo, em especial em 2020.

Entretanto, neste ano, a Indústria Extrativa teve média diária de US$ 91,03 milhões, o que representa um crescimento de 42,7%.

Em contrapartida, a Indústria de Transformação teve queda de US$ 46,22 milhões, ou 8,0%, em produtos exportados.

Nas importações, houve queda de 21,6% na média diária da Agropecuária; queda de 65,4% em Indústria Extrativa; e queda de 23,9% em produtos da Indústria de Transformação.