B3 (B3SA3): investidores na Bolsa chegam a 3,5 milhões

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Foto: B3

O número de investidores pessoa física na B3 (B3SA3) passou de 3,5 milhões, chegando exatamente a 3.594.726 em março. Os dados foram divulgados no relatório desta quinta-feira (15).

No comparativo com março de 2020, o aumento foi de 58,2%. E houve um crescimento de 2,8% em relação a fevereiro de 2021, quando havia 3,497 milhões de investidores.

Acesse esse material especial para avaliar resultados, performance e dividendos dos melhores FIIs no mercado.

O volume financeiro médio diário aumento 11,3% de março de 2020 para março de 2021. Mas houve queda em relação a fevereiro de 2021, de 3,5%.

Nova metodologia de vencimento de opções na B3 tem início em maio

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

A B3 passará a adotar uma nova metodologia para o vencimento de opções a partir de maio.

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

A dada de vencimento de uma opção é a terceira segunda-feira de cada mês, mas agora será a ser a terceira sexta-feira do mês do vencimento, quando também vencem os contratos no mercado internacional.

O horário também será alterado pela B3.

Hoje o exercício acontece até as 13 horas, mas passará a acontecer depois do pregão regular, com 30 minutos de after market, de forma que o último dia de negociação das opções não será mais o pregão anterior ao vencimento, e sim a própria data em que os derivativos vencem.

O preço de referência, que hoje é formado durante o pregão regular, terá como base, a partir de maio, o call de fechamento.

A B3 diz que essa mudança possibilita maior concentração de liquidez e preço mais robusto.

 

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.