Airbnb (AIRB34): conheça o novo BDR disponível na B3

Ana Paula Schuster
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

A B3 estreou um novo BDR, o Airbnb (AIRB34). Dessa forma, o mercado tem um novo certificado de depósito de valores mobiliários para investir. Outra inclusão recente de BDR foi a do Pagseguro.

Os BDRS do Airbnb são do tipo não patrocinados. Ou seja, emitidos por uma instituição financeira depositária, sem participação das companhias. Mas já podem ser adquiridos por todo investidor brasileiro, pessoas físicas inclusas. 

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

Vale dizer que a plataforma de locação de imóveis para temporada teve o maior IPO (Oferta Pública Inicial) de 2020 nos EUA. E captou US$3,5 bilhões. Portanto, devido ao sucesso, os papéis tiveram uma alta de 112% no pregão na Nasdaq.

O que é BDR e possibilidades para pessoas físicas

BDR é a sigla de Brazilian Depositary Receipts. Ou seja, são os valores mobiliários emitidos no Brasil. Mas possuem como lastro ativos ações emitidas no exterior.

Pessoas físicas anteriormente não podiam comprar recibos de ações de companhias estrangeiras na bolsa brasileira, apenas investidores qualificados (com mais de R$ 1 milhão em investimentos). Entretanto, agora é possível adquirir papéis de diversas empresas, como o Airbnb (AIRB34) pela B3.

O colegiado da Comissão de Valores Mobiliários, CVM, aprovou a liberação desde outubro de 2020. E são mais de 670 opções de BDRs para aquisição.

Resultados financeiros do Airbnb

Ao decidir investir em uma empresa, a primeira informação que desejamos é a valorização da ação. Portanto, em relação ao Airbnb (AIRB34), desde o seu lançamento em 1 de fevereiro, o BDR apresentou o seguinte desempenho:

  • Iniciou em R$ 49,30
  • Maior alta: R$ 57,17
  • Maior baixa: R$ 48,32
  • Valorização da ação: 14,84%

Segundo um professor da Universidade do Texas, a empresa dá aos investidores uma chance de escala nunca vista antes. 

Entre os resultados principais destacamos:

  • Valor de mercado: US$ 123.211,50 milhões;
  • Volume médio de 10 dias: US$ 5,15 milhões;
  • Receita: US$ 3.625,73 milhões.

Airbnb durante a pandemia

Não é novidade que a pandemia mudou o roteiro e funcionamento de todas as empresas. Logo, não seria diferente com o Airbnb (AIRB34). Inclusive, no começo do isolamento houve um sério risco do negócio falir.

De modo geral, a empresa perdeu cerca de metade de seu valor, alcançando U$ 18 bilhões. Então, diante da crise, o CEO Brian Chescky, ouviu o que seus hospedeiros realmente queriam.

Ficou claro para a marca que sua principal oferta são as experiências. Portanto, focou em desenvolver uma linha baseada nessa essência. Dessa forma, a plataforma conta hoje com mais de 800 possibilidades online.

Essas experiências online contam com atividades para fazer sem sair de casa. Por exemplo, aula de culinária, artes, ações com a Broadway. Assim, as pessoas podem passar um tempo com quem estaria viajando. 

Ações nas hospedagens

Para quem viaja mesmo durante a pandemia, a plataforma possui uma aba especial reforçando a atenção com a Covid-19. Logo, entre as medidas tomadas estão:

  • Obrigação do uso de máscara para hóspedes e anfitriões;
  • Distanciamento social;
  • Higienização dos espaços em cinco etapas definidas por especialistas;
  • Espaços que fogem de aglomerações e multidões.

Seguindo todas as recomendações, o Airbnb (AIRB34) oferece locações seguras. Sendo assim, seus hóspedes podem aproveitar de um espaço durante a pandemia sem correr riscos.

História do Airbnb

A startup nasceu em 2008 com dois estudantes: Brian Chesky e Joe Gebbia. Em resumo, eles moravam em São Francisco e não tinham dinheiro para pagar o aluguel. 

Neste momento, acontecia um evento de designers na cidade e completou a lotação dos hotéis. Então, alugaram três colchões de ar e ofereceram estadia para interessados. Para tanto, criaram um site simples com o anúncio.

Em pouco tempo três pessoas se interessaram e cada um pagou U$ 80. Assim, a experiência foi tão interessante que decidiram que isso poderia ser uma grande ideia de negócio.

Convidaram mais um amigo, Nathan Blecharczyk, e lançaram um site. Mas, em um dos eventos mais importantes de tecnologia, o SXSW. Inclusive, conseguiram um investimento de U$ 20 mil de Paul Graham.

Inicialmente, ficaram estagnados e ganhando apenas U$ 200 por semana. Porém, tiveram a ideia de ir a Nova Iorque e tirar fotos de casas para alugar. Assim, dobraram os rendimentos semanais.

A  nova ideia foi apresentada para Fred Wilson, um dos mais renomados investidores de tecnologia dos EUA. Entretanto, ele recusou a oferta e o investimento.

Neste momento, Barry Manilow, cantor e compositor, alugou um espaço pelo Airbnb (AIRB34). Então, por meio do serviço, foram conseguindo vários investidores. Por fim, em 2014, a empresa já valia 10 bilhões de dólares. 

Desempenho da empresa 

A pandemia influenciou diretamente os resultados da empresa e, consequentemente, o BDR. Em resumo, acreditou-se até que o negócio iria falir, mas as mudanças reverteram o quadro.

Com cortes de custo e novas ações, a empresa fechou o terceiro trimestre de 2020 com lucro de US$219 milhões. Aliás, a segunda maior receita em seus 12 anos de existência.

O CEO Brian Chesky afirmou que há uma nova tendência de mercado. Assim, o viajar e morar começaram a fundir-se. Dessa forma, a empresa teve maior procura por parte dos clientes em home office.

Recentemente o BDR do Airbnb (AIRB34) entrou na lista de produtos da B3. Portanto, os investidores já podem adquirir suas ações da empresa em solo brasileiro.

IPO Airbnb

Em dezembro de 2020, a empresa realizou sua estreia na Nasdaq a US$ 68/ação (+13% acima da faixa indicativa de preço). Logo, visando levantar U$ 3,7 bilhões, levando a um valuation de U$ 47 bilhões.

Durante o pico da pandemia, no segundo trimestre, as reservas caíram até 67%. Mas, no terceiro trimestre, houve uma recuperação notável. Porque as viagens domésticas subiram 15% ao ano.

O acumulado até setembro de 2020 era de U$ 2,5 bilhões de receitas. Logo, uma queda de 32% referente ao ano. Mas, algo positivo se comparado a empresas como Marriott e Expedia.

Como adquirir BDRs da Airnbn?

Para adquirir BDRs, o investidor precisa procurar um banco ou uma corretora de valores autorizados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Quer saber mais sobre como investir em BDRs ou outros ativos correlacionados ao mercado exterior? Preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos vai entrar em contato!

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.