B3 (B3SA3): pregão terá novos horários a partir de hoje

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: B3 / YouTube

Com o fim de horário de verão nos Estados Unidos neste domingo (1), a bolsa de valores brasileira, a B3 (B3SA3), terá novos horários a partir desta terça-feira (3). Hoje, os mercados estão fechados em razão do feriado de Finados.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, o que amplia o desafio de busca pelas melhores aplicações para multiplicá-lo

O mercado de ações à vista terá pré-abertura entre 9h45 e 10h e a negociação vai das 10h até as 17h55.

Acesse esse material especial para avaliar resultados, performance e dividendos dos melhores FIIs no mercado.

O call de fechamento ocorre das 17h55 às 18h.

Outros horários da B3

Consequentemente, também serão alterados os horários de encerramento da negociação do segmento BM&F.

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

O mesmo ocorre com as operações estruturadas referenciados em dólar comercial e os contratos futuros referenciados nos Índices Bovespa (Ibovespa) e Brasil-50 (IBrX-50).

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

Os contratos futuros Ibovespa e os futuro mini Ibovespa serão das 9h às 18h25.

O call eletrônico será às 18h25.

Futuros de dólar e futuro mini de dólar terão negociação entre 9h e 18h30.

Além disso, vale ressaltar que, assim, a B3 deixa de ter o after market, que normalmente vai de 17h a 18h.

Horário de verão

O horário de verão nos Estados Unidos volta dia 14 de março de 2021 (em 2020, começou em 8 de março).

Ou seja, embora a B3 não diga até quando vai esse horário estendido, é provável que vigore até 14 de março.

Como o Brasil deixou de adotar o horário de verão na atual administração federal, que começava tradicionalmente em outubro, a B3 precisa fazer essa adaptação para que não haja uma lacuna entre o fechamento daqui e o de Nova York.

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.