Azul (AZUL4): proposta do BNDESPar prevê captação de R$ 2 bi com emissão

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação Azul

A Azul (AZUL4) anunciou, na noite de domingo, 13, que recebeu da BNDES Participações, em conjunto com um sindicato de bancos, uma proposta de apoio financeiro no âmbito do programa emergencial de apoio aos setores atingidos pelos efeitos da pandemia de Covid-19.

Assim sendo, a proposta encaminhada prevê uma oferta pública de um instrumento financeiro com objetivo de captar no mínimo R$ 2 bilhões.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

A captação dos recursos será feita mediante uma combinação de debêntures simples e bônus de subscrição.

Os valores dos respectivos instrumentos serão determinados através do processo de bookbuilding da oferta.

Segundo o comunicado, a BNDESPar será o investidor âncora podendo subscrever até 60% da oferta. Ao mesmo tempo, os bancos prestarão garantia firme de até 10% da mesma.

O valor remanescente deverá ser captado junto a outros investidores através da oferta pública.

“Estimamos que a emissão do bônus de subscrição resultará em uma potencial diluição de aproximadamente 15% baseado no preço de fechamento da ação da Azul na última sexta-feira”, informou a Azul.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.