Azul (AZUL4) projeta operar com 90% da sua capacidade doméstica em dezembro

Marco Antônio Lopes
Editor. Jornalista desde 1992, trabalhou na revista Playboy, abril.com, revista Homem Vogue, Grandes Guerras, Universo Masculino, jornal Meia Hora (SP e RJ) e no portal R7 (editor em Internacional, Home, Entretenimento, Esportes e Hora 7). Colaborador nas revistas Superinteressante, Nova, Placar e Quatro Rodas. Autor do livro Bruce Lee Definitivo (editora Conrad)

Crédito: Divulgação

A Azul (AZUL4) projeta operar com 90% da sua capacidade doméstica em dezembro.

No primeiro trimestre de 2021, a oferta em voos nacionais deve atingir 100%.

A empresa anunciou nesta quarta (16) as projeções de capacidade para o mês de dezembro de 2020 e para o primeiro trimestre de2021.

Invista em suas Escolhas. Conheça os Melhores Investimentos 2021.

“Como resultado de uma das recuperações da demanda mais aceleradas do mundo, em dezembro de 2020, a companhia espera operar mais de 90% da sua capacidade doméstica comparada com o mesmo período do ano anterior”, afirma a Azul.

Para o primeiro trimestre de 2021, a Azul espera operar mais de 85% da sua capacidade total comparado com o primeiro trimestre de 2019.

“A flexibilidade única da frota, junto com a malha altamente conectada, permitiu que a Azul adequasse rapidamente sua capacidade, capturando a demanda em recuperação”, explica a empresa.

BR Properties (BRPR3) compra Torre Corporativa (SP)

A BR Properties (BRPR3) anunciou a compra da Torre Corporativa B1 – Aroeira, em São Paulo, por R$ 664,876 mi.

A área bruta locável (ABL) do imóvel é de 45.677,89 m². Ele está localizado no empreendimento imobiliário Condomínio Parque da Cidade, na capital de São Paulo.

“O preço total da aquisição, reajustado pelo INCC, é de R$ 664.876.225,97, sendo desembolsado, nesta data, o valor de R$ 606.764.939,93”, especifica a empresa.

“O saldo, já descontado o sinal pago em 2019, no montante de R$ 28,2 milhões será pago na superação, pela vendedora, de determinadas condições constantes na escritura.”

A companhia informa ainda que “já celebrou contrato de pré-locação no imóvel compreendendo 14.174 m² de ABL, pelo prazo de 10 anos (120 meses), correspondente a 31% da área bruta locável da Torre Aroeira.”

“A aquisição desta propriedade vai ao encontro da estratégia da companhia de consolidar seu portfólio em ativos ‘Triple A’, localizados nas regiões centrais da cidade de São Paulo, identificando oportunidades”, diz o comunicado da empresa.

“O condomínio Parque da Cidade será o mais completo empreendimento multiuso de São Paulo, com uma torre de salas comerciais, cinco torres corporativas, dois edifícios residenciais, um shopping e um hotel cinco estrelas, todos ligados a um parque linear e atendidos por uma vasta oferta de serviços e transportes na região”, conta a Br Properties.

LEIA MAIS

Quero investir R$ 100 mil e sair da poupança: como começar?

Marcação a mercado: entenda mais sobre este conceito

  • Tesouro IPCA+ é o título público mais procurado: entenda por quê
  • CDB rende mais do que a poupança e pode ser alternativa para a reserva de emergência

Se você quer saber mais sobre o mercado de ações e como investir, preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato.