Azul (AZUL4) e Multiplan (MULT3) têm alterações acionárias; Movida (MOVI3) emite debêntures

Marco Antônio Lopes
Editor. Jornalista desde 1992, trabalhou na revista Playboy, abril.com, revista Homem Vogue, Grandes Guerras, Universo Masculino, jornal Meia Hora (SP e RJ) e no portal R7 (editor em Internacional, Home, Entretenimento, Esportes e Hora 7). Colaborador nas revistas Superinteressante, Nova, Placar e Quatro Rodas. Autor do livro Bruce Lee Definitivo (editora Conrad)
1

Crédito: Azul/Divulgação

A Azul (AZUL4) informou nesta quinta (15) que a gestora Fidelity Management adquiriu 5,3% das ações PN da companhia.

São, no total, 17.571.120 ações preferenciais da empresa aérea.

CASES DA BOLSA

Aprenda análise fundamentalista na prática, inscreva-se no evento!

“Não foram celebrados, pela FMR LLC, quaisquer contratos ou acordos que regulem o exercício de direito de voto ou a compra e venda de valores mobiliários emitidos pela companhia”, diz a Azul em comunicado.

Multiplan (MULT3): alteração de participação acionária

A Multiplan (MULT3) comunicou que o Massachusetts Financial Services aumentou participação em ações ON da companhia para 5,01%.

O montante total soma 28.292.891 ações ordinárias da Multiplan.

Movida (MOVI3) emite debêntures no total de R$ 700 mi

A Movida (MOVI3) anunciou a sexta emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em duas  séries, da sua controlada Movida Locação de Veículos.

O valor total é de até R$ 700 milhões, sendo R$ 400 milhões na primeira série e até R$ 300 milhões na segunda.

Segundo a Movida, as debêntures da primeira série terão prazo de vencimento de 2.618 dias contado da data de emissão, vencendo-se, portanto, no dia 15 de junho de 2028.

As debêntures da segunda série terão prazo de vencimento de 1.705 dias contados da data de emissão, vencendo-se, portanto, em 15 de dezembro de 2025.

A segunda série, informa a companhia, poderá ser prorrogada,para 15 de junho de 2028.

“Os recursos obtidos por meio da oferta restrita serão destinados, no caso das debêntures da primeira Série, para reforço de liquidez, alongamento no perfil de dívida (inclusive para quitações de dívidas), além da gestão do caixa para financiar a renovação e expansão da frota dos veículos da companhia ou de seus controladas”, diz a Movida.

No caso das debêntures da segunda série, os recursos serão, de acordo com a Movida, “destinados para pagamento futuro ou reembolso de gastos, despesas ou dívidas que estejam relacionadas ao projeto de investimento da empresa.”

OceanPact (OPCT3): Tork Capital aumenta participação

A OceanPact (OPCT3) informou que os fundos da Tork Capital Gestão de Recursos passaram a deter, em 14 de abril de 2021, participação correspondente a 5,03% do total de ações ordinárias da companhia.

No total essa porcentagem corresponde a 10.060.060 ações ordinárias.

MMX Mineração (MMXM3): Gauss Capital reduz capital

A MMX Mineração (MMXM3) divulgou que a Gauss Capital reduziu capital. Foram alienadas 1.000 ações ordinárias da companhia.

A Gauss diminuiu a quantidade de ações de 324.500 (que anteriormente totalizavam 5,001% do capital social), para 323.500 ações.

Esse montante resultou em participação equivalente a  4,99% das ações.