Auxílio desemprego nos EUA cai para 326 mil; projeção era de 348 mil

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação/P&G

Os novos pedidos de auxílio desemprego nos Estados Unidos (EUA) caíram 38 mil nesta semana. Com isso, atingiram 326 mil novos pedidos ante uma projeção de queda para 348 mil novas requisições. Os dados foram divulgados pelo Departamento do Trabalho do país. Os dados da semana anterior também foram revistos. Estes passaram de 362 mil para 364 mil novos pedidos.

A média móvel de quatro semanas registrou 344.000 novos pedidos. Um aumento de 3.500 em relação à média revisada da semana anterior. Já a média móvel da semana anterior foi revisada em 500. Passou, portanto, de 340.000 para 340.500.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Sendo um dos indicadores americanos mais debatidos pela sociedade, os pedidos semanais de seguro-desemprego nos EUA registram de forma constante a situação econômica dos EUA. Até porque, eles refletem a situação dos empregos em geral no país semanalmente, com divulgação do dado toda quinta-feira.

auxílio desemprego

Auxílio desemprego: dados não ajustados totalizam 258 mil novos pedidos

O número de novos pedidos em dados não ajustados, totalizou 258.909 na semana encerrada em 2 de outubro. Este incluem os pedidos feito por meio de programas estaduais.

De acordo com o relatório, houve uma redução de 41.431 novas requisições com relação à semana anterior.

Foi uma redução mais acentuada do que o esperado. Fatores sazonais indicavam uma redução de 3.711 novos pedidos com relação à semana anterior.

As maiores taxas de pessoas desempregadas mas que possuem o auxílio, na semana encerrada em 18 de setembro foram em Porto Rico (4,5%), Illinois (4,2%), Califórnia (3,1%), Havaí (3%), Nova Jersey (2,9%), Nevada (2,8%), Alasca (2,7%), Oregon (2,7%), Louisiana (2,5) e Nova York (2,5%).

ADP aponta a criação de 568 mil novas vagas

Um dia antes da divulgação do auxílio, o relatório de emprego da ADP apontou a criação de 568 mil novas vagas no setor privado norte-americano em setembro. O dado ficou acima da expectativa, que era de 428 mil.

A ADP é considerada uma prévia do payroll, que sai na sexta-feira (8). Caso venha acima da projeção, pode confirmar a tese de que o tapering deve ser anunciado mês que vem, com redução na liquidez dos mercados.