Auxílio desemprego dos EUA atinge 268 mil pedidos, acima da projeção

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Pixabay

Os pedidos de auxílio desemprego nos Estados Unidos (EUA) atingiram 268 mil na semana encerrada em 13 de novembro. Foi uma queda de 1.000 pedidos com relação à semana anterior, com nível revisado em 2 mil, de 267 mil para 269 mil requisições. A queda renova a mínima para o nível mais baixo desde 14 de março do ano passado. O resultado fica acima da projeção, que era de 260 mil.

Os dados foram divulgados pelo Departamento do Trabalho (DOL, na sigla em inglês), do governo dos EUA. Na mesma semana de 2020, foram registrados 256 mil pedidos.

A média móvel de quatro semanas foi 272.750 novas requisições. Ou seja, houve uma diminuição de 5.750 em relação à média revisada da semana anterior. Este é também o nível mais baixo para esta média desde 14 de março de 2020. Na ocasião, a média móvel era 225.500. A média da semana anterior foi revisada em 500 de 278.000 para 278.500.

Sendo um dos indicadores americanos mais debatidos pela sociedade, os pedidos semanais de seguro-desemprego nos EUA registram de forma constante a situação econômica dos EUA. Até porque, eles refletem a situação dos empregos em geral no país semanalmente, com divulgação do dado toda quinta-feira.

auxílio desemprego

Auxílio desemprego: dados não ajustados caem 7,1%

Os dados não ajustados, que incluem reivindicações com base em programas estaduais, totalizou 238.850 na semana encerrada 13 de novembro. Houve então uma retração de 18.183, ou queda de 7,1%, em relação à semana anterior.

Os fatores sazonais esperavam uma diminuição de 17.068 (ou queda de 6,6%) em relação à semana anterior. Na mesma semana em 2020, os dados não ajustados registraram 709.426 pedidos.

Além disso, para a semana encerrada em 13 de novembro, 36 estados relataram 1.387 pedidos iniciais de auxílio desemprego pandêmico.

Benefícios estendidos

Com relação aos benefícios estendidos, o número total no acumulado do ano até 30 de outubro foi de 3.184.657. Um aumento de 618.804 em relação ao acumulado até a semana anterior.

Nesta mesma época em 2020, havia 20.815.977 requisições para os benefícios. Durante a semana que terminou em 30 de outubro, este programa estava disponível em quatro estados como Alasca, Connecticut, Nova Jersey e Novo México.