Congresso já prevê prorrogação do auxílio emergencial por mais quatro meses, afirma coluna

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Agência Brasil

Em sua coluno no Globo, o jornalista Lauro Jardim afirma que já é consenso no Congresso a prorrogação do auxílio emergencial no valor atual por mais quatro meses.

O que custaria R$ 43 milhões aos cofres públicos e mais dor de cabeça para a equipe econômica.

A mesma coluna ainda afirma que Paulo Guedes tem confidenciado a pessoas próximas que está sendo subestimado no governo, apesar de “nem de longe” pensar em abandonar o barco.

Mas teria afirmado que caso se canse e vá embora, isto significaria “riscar o fósforo” – em alusão ao estrago que tal decisão traria ao governo.