Aura (AURA33) emite debêntures e assina contrato com BTG (BPAC11)

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

A Aura Almas Mineração (AURA33) emitirá R$ 400 milhões em debêntures, sendo cada uma com valor nominal de R$ 1 mil. A emissão será feita em oferta restrita.

Em comunicado, a empresa informa que as debêntures terão validade de cinco anos a partir da data da emissão, que é referente a 13 de julho.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

Sobre o valor nominal unitário das debêntures incidirão juros remuneratórios correspondentes a 100% da variação acumulada da Taxa DI. Será acrescida uma sobretaxa de 4,35% ao ano.

No mesmo documento, a Aura informa também que assinou um acordo de swap com o BTG Pactual (BPAC11). O banco efetuará hedge integral dos debêntures.

Nos termos do Swap, a companhia assumirá uma posição ativa de R$ 400 milhões.

Por isto, receberá juros remuneratórios correspondentes a 100% da variação acumulada da Taxa DI. Estes serão acrescidos exponencialmente de uma sobretaxa de 4,35% ao ano.

Além disso também pagará variação cambial acrescida de uma taxa fixa linear de 5,84% ao ano.

Cosan (CSAN3) informa sobre prospecto de IPO da Raízen (RAIZ4)

A Cosan (CSAN3) divulgou um fato relevante no qual informa o mercado sobre a divulgação do prospecto preliminar do IPO da sua controlada Raízen (RAIZ4).

A companhia explica que a operação será realizada em mercado de balcão não organizado, nos termos da Instrução 400, da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O preço de venda das ações será fixado após a apuração do resultado da coleta de intenções de investimento com investidores institucionais.

Arezzo (ARZZ3) divulga compra da MyShoes

A Arezzo (ARZZ3) comprou a marca de calçados MyShoes, voltados para as classes B- e C+. Esta marca responde por uma fatia de 44% do mercado nacional.

De acordo com a companhia, essa compra é fruto de de uma série de estudos e pesquisas realizados com consumidoras e lojistas nos últimos 24 meses.

Os resultados apontaram a carência do mercado por um marca considerada democrática e com informação de moda.

Embora afastada do mercado desde 2019, a Arezzo lembrou que a marca ainda possui forte presença nas redes sociais, tendo milhares de seguidores.

Autopista Fernão Dias (APFD14) faz troca no conselho

A Autopista Fernão Dias (APFD14) fez troca no seu conselho de administração. Marco Antonio Giusti renunciou. A saída ocorreu na reunião de 14 de junho.

Na mesma ocasião, foi eleito um novo membro para ocupar o lugar de Giusti: assume o cargo, Roberto Paolini.

Estude e compare seus investimentos em FIIs

Acesse esse material especial para avaliar resultados, performance e dividendos dos melhores FIIs no mercado