Atividades no comércio crescem quase 3% em relação a outubro de 2018, diz Serasa

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.

Crédito: Reprodução/Metrópoles

Vendas de veículos, motos e peças automotivas, supermercados, alimentos e bebidas foram os grandes responsáveis pelo crescimento de 2,9% nas atividades do comércio em outubro em relação ao mesmo período de 2018.

Veículos, motos e peças apresentaram elevação de 5,2% em comparação com o mesmo mês de 2018. Na sequência vieram supermercados, alimentos e bebidas (3%), material de construção (2,9%), móveis, eletrodomésticos, eletroeletrônicos e informática (2,7%). Já as vendas do setor de combustíveis e lubrificantes tiveram queda de 6%.

Os dados foram apontados em relatório divulgado pelo Indicador de Atividade do Comércio da Serasa Experian na última segunda-feira, dia 3, e também registraram variação positiva de 1,4% quando o período em comparação foi entre janeiro e outubro de 2018 e 2019.

Luiz Rabi, economista da Serasa Experian, disse à Agência Brasil que o bom resultado, apesar de não ter sido o melhor registrado nos últimos tempos, é fruto das taxas de juros menores que, em sua visão, “estão influenciando o acesso a crédito, potencializado nos últimos meses”.