Ata prevê crescimento mais fraco e BCE sinaliza pacote de estímulo

Corte de juros e compra de ativos são os principais pontos do pacote para estimular a economia

Matheus Leal
Eu Quero InvestirColaborador do

Crédito: Reprodução

Os diretores do Banco Central Europeu estão preocupados com a previsão de um crescimento mais fraco do que o imaginado anteriormente. De acordo com a ata divulgada nesta quinta-feira (22), o BCE sinalizou com um pacote de estímulos monetários incluindo compras de ativos e cortes de juros.

O presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, prometeu que os estímulos já devem começar no próximo mês. Os números mais fracos desde a reunião, que aconteceu no dia 25 de julho, apenas reforçou que há necessidade de um suporte maior e, por isso, o pacote não deve demorar a sair.

“Foi expressada a visão de que várias opções deveriam ser vistas como um pacote, ou seja, uma combinação de instrumentos com significativas complementaridades e sinergias, uma vez que a experiência mostra que um pacote de políticas – como um combinação de cortes de juros e compras de ativos – é mais eficiente do que uma sequência de ações seletivas”, informou o BCE na ata.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

A preocupação com a zona do euro é evidente, já que ela pouco cresceu no segundo trimestre. A Alemanha, por exemplo, maior economia da Europa, já sofre com a guerra comercial entre Estados Unidos e China e pode, inclusive, estar em recessão.

Entretanto, o banco afirmou que a baixa na economia da zona do euro deve se estender por mais um período, permanecendo mais tempo do que o previsto inicialmente.