Ata do Copom, IPCA-15, Relatório de inflação e PIB nos EUA são destaques da semana

Yolanda Fordelone
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação

A penúltima semana de junho terá como foco as divulgações do Banco Central. Na semana passada, o Copom decidiu aumentar a taxa de juros Selic para 4,25% ao ano.

Nesta semana, na terça-feira, sai a ata do Copom com comentários sobre a decisão. A alta de 0,75 pontos na última reunião deve ser repetida no encontro de agosto. Algumas casas chegam a apostar em uma Selic a 7% ao ano no fim de 2021.

Em 2022, as datas das reuniões do Copom já foram definidas pelo Banco Central. Confira!

Isso porque a inflação está em trajetória de alta. Por isso, o mercado segue atento ao Relatório de Inflação que é divulgado na quinta-feira.

A prévia da inflação oficial em junho, o IPCA-15, também está no radar. O dado é divulgado na sexta-feira. Em maio, o indicador subiu 0,44%.

A energia elétrica é um dos itens que pressiona os preços e na sexta-feira a Agência Nacional de Energia Elétrica (Anel) decide a bandeira tarifária que irá vigorar em julho. Atualmente, estamos na bandeira vermelha, fase 2.

Ainda no Brasil, mas sem dia definido, será divulgada a arrecadação do governo em maio. No mês anterior, o dado foi de R$ 156 bilhões. Em maio, a expectativa é que a arrecadação venha um pouco mais fraca, em R$ 135 bilhões.

No exterior, o destaque fica nos EUA, onde na quinta-feira sai o Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre. O mercado espera uma alta de 6,4% no dado anualizado, a exemplo da divulgação anterior.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, o que amplia o desafio de busca pelas melhores aplicações para multiplicá-lo.

Veja a agenda econômica completa

Segunda-feira (21)

  • BC: Boletim Focus (semanal), às 8h25
  • Secint: Balança comercial semanal, às 15h

Terça-feira (22)

  • BC: Ata do Copom, às 8 horas
  • Zona do Euro: Confiança do consumidor, às 11h
  • EUA: Venda de moradias usadas em maio, às 11h
  • EUA: Sondagem industrial em junho, às 11h
  • CNI: Sondagem industrial de maio

Quarta-feira (23)

  • Alemanha: PMI Industrial e de Serviços, às 4h30
  • Zona do Euro: PMI Industrial e de Serviços, às 5h
  • FGV: IPC-S da 3ª quadrissemana, às 8h
  • EUA: Transações correntes, às 9h30
  • EUA: PMI Industrial e de Serviços, às 10h45
  • EUA: Vendas de novas moradias, às 11h
  • BC: Fluxo cambial semanal, às 14h30

Quinta-feira (24)

  • CNI: Sondagem da indústria de construção
  • FGV: Sondagem do consumidor em junho, às 8h
  • BC: Relatório trimestral de inflação, às 8h
  • Reino Unido: Reunião do Banco Central, às 8h
  • EUA: Balança Comercial de maio, às 9h30
  • EUA: PIB do 1º trimestre, às 9h30
  • EUA: Pedidos de auxílio desemprego, às 9h30
  • EUA: Sondagem industrial, às 12h

Sexta-feira (25)

  • Alemanha: Confiança do consumidor, às 3h
  • Fipe: IPC, às 5h
  • FGV: INCC-M, às 8h
  • IBGE: IPCA-15, às 9h
  • BC: Transações correntes e setor externo em maio, às 9h30
  • ANEL: definição da bandeira de energia elétrica em julho
  • EUA: Renda e gasto pessoal, às 9h30
  • EUA: Confiança do consumidor de Michigan, às 11h