Descubra a verdade sobre os assessores de investimentos

Leandro Castro
null

Crédito: Google/Reprodução

Muitas dúvidas são levantadas sobre a ética dos assessores de investimentos. O objetivo desse artigo é desmistificar essa profissão e a forma de remuneração. Além disso, vamos mostrar como escolher um bom assessor de investimentos e até mesmo avaliar se o seu assessor de investimentos é um bom profissional

Muitos desses profissionais são experientes e embasados. Outros não são exemplo a serem seguidos. Colocam  os interesses próprios acima dos clientes e pensam primeiro na sua comissão. Mas qual profissão não possui profissionais medíocres? Como saber se determinado assessor é de fato um cidadão ético, honesto, coerente e profissional, capaz de colocar os interesses do seu cliente acima dos próprios?

A indicação certamente é importante. Perguntar para um amigo ou um familiar se ele conhece um bom assessor de investimentos pode ser um excelente começo. Mas, se você não conhece alguém que possa lhe indicar um bom assessor de investimentos, verifique na internet os que possam ser referência nesse segmento. Ou os que tenham recomendações públicas de outros clientes e que você possa acompanhar o trabalho dele mesmo de longe.

O principal erro na escolha do seu assessor

Ao longo da minha carreira como assessor de investimentos, observei um erro muito comum entre os investidores na hora de escolher o profissional que vai orientar você. Geralmente os investidores priorizam a distância física que terão do seu assessor de investimentos.

Ou seja, o cliente muitas vezes prefere ir àquele escritório que fica na “esquina” de casa do que escolher ser assessorado por um profissional que está em um escritório em outro ponto do país. Mesmo que ele possua uma grande estrutura e uma boa equipe de suporte por trás dele.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Às vezes, o escritório perto da sua casa é menos preparado e não possui especialistas para as diversas soluções financeiras. E o time é composto por pessoas desconhecidas, menos experientes e sem referências de mercado.

O cliente que prioriza o escritório da esquina simplesmente porque ele está perto aumenta bastante as chances de ter experiências desagradáveis, como as relatadas em diversos lugares da internet.

Dica preciosa

Em vez de priorizar o escritório mais perto de você, opte por escolher um assessor que seja referência no mercado. Isso aumenta suas chances de ter boas experiências e encontrar um profissional que realmente lhe ser útil. Como saber se o meu assessor de investimentos é eficiente?

Muitos investidores que já possuem assessores ainda têm dúvidas se aquele profissional que lhe atende está entregando um serviço de qualidade ou mesmo se está sendo honesto e oferecendo os melhores produtos para compor sua carteira. Ou mesmo  ou se ele está somente pensando em engordar a própria folha de pagamentos (logo abaixo vou abordar como um assessor é remunerado).

Assim, existem algumas maneiras de descobrir se seu assessor presta um serviço de qualidade. Vejamos alguns exemplos:

1º- Seu assessor envia relatórios periódicos sobre o resultado dos seus investimentos?

A periodicidade do envio desse relatório deve ser alinhada no início da parceria firmada entre ele e o cliente. Ela pode ser mensal, trimestral, semestral ou anual. Isso pode variar de acordo com a quantidade de clientes que o assessor possui e do valor que o cliente tem investido sob a tutela do profissional.

2º – A rentabilidade contida nesses relatórios está alinhada com a esperada?

Se a rentabilidade apresentada não é a esperada, ele te explica os motivos de forma clara e objetiva, (excluir vírgula) ou tenta te enrolar? Ele (excluir) (O assessor) te propõe mudanças racionais que irão contribuir para a melhoria da sua carteira, (excluir vírgula) ou só fala lorota?

3º – O assessor liga com frequência para lhe comunicar sobre as oportunidades que surgem no mercado?

Independente se você é conservador ou agressivo com seus investimentos, posso lhe afirmar que TODOS têm oportunidades no mercado. Isso inclui emissões de Renda Fixa, de Fundos Imobiliários ou até mesmo um CDB/LCI/LCA de determinado banco que está pagando acima da média do mercado por algum fator externo — captação do próprio banco, ou um stress temporário no DI futuro.

4º – O seu perfil de investidor é prioridade na hora que ele sugere as oportunidades?

Seu assessor te explica de forma clara quais são os riscos envolvidos? Se você é um investidor conservador, ele te liga pra falar sobre renda fixa ou só te liga para falar sobre Ações (ações), fundos imobiliários e operações estruturadas? Isso pode dizer muito a respeito do seu assessor.

5º – Ele demonstra interesse em atingir o seu objetivo financeiro?

Não adianta você querer comprar uma casa daqui a dois anos se ele só te oferecer investimentos de cinco anos.Não há razão em você ser um investidor com foco em geração de renda, se o teu assessor só te sugere investimentos que imobilizam o seu capital. Ou se você está focado em acúmulo de capital e ele te dá sugestões de baixo rendimento.

Essas são algumas dicas para você avaliar o seu assessor de investimentos. Se ele cumprir esses cinco requisitos, há grandes chances de ser um excelente profissional. Agora, se você observou que o seu assessor falha nesses pontos, tenha certeza de que existem profissionais mais qualificados que ele no mercado.

Por que preciso ter uma assessor de investimentos?

Você já se perguntou “por que precisa de um advogado?” ou “por que necessita de um médico?”.

Em geral, você precisa de um advogado ou de um médico porque espera-se que eles sejam profissionais qualificados que possuam competências técnicas para te ajudar a resolver um problema que não é do seu cotidiano.Mesmo você sendo um engenheiro, um empresário, um diretor ou um jogador de futebol, você demorará anos ou talvez décadas para chegar no nível de conhecimento técnico daquele profissional.

E é exatamente por esse motivo que você deve ter um assessor de investimentos. Ele é o profissional qualificado para te trazer as informações necessárias sobre os investimentos disponíveis no mercado financeiro, para trazer clareza para você e assim tornar a sua tomada de decisão mais assertiva.

O assessor é o profissional que irá te informar sobre as atribuições, os prazos, os riscos e as vantagens de cada investimento, frente ao momento de mercado. Tudo isso, levando em consideração o seu perfil e seus objetivos como investidor.

Um bom assessor de investimentos irá te ajudar a escolher os investimentos mais adequados para você, de forma imparcial. Sabe por quê?

Ele será imparcial porque sabe que, se priorizar os objetivos do cliente e ajudá-lo a alcançar objetivos, esse cliente será promotor do seu trabalho, falando dos resultados na roda de amigos ou no almoço de família. Assim, esse assessor de investimentos ganhará autoridade no assunto: saberá que tem muito mais a ganhar no longo prazo do que ele tem a ganhar com um único cliente.

 

LEIA MAIS

Leilão de petróleo do governo tem um dos cinco blocos arrematados

Bolsas mundiais têm novo dia de ganhos com otimismo dos investidores

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.