As notícias que prometem agitar sua terça-feira

Carlos Henrique de S. e Silva
Carlos Henrique é especialista de investimentos certificado pelo CEA® e PQO®. Em sua trajetória esteve em grande instituições como o Banco Volkswagen, XP Investimentos e Banco Itaú. Hoje atuo como redator de conteúdo na EuQueroInvestir! e como assessor de investimentos.
1

Crédito: Foto por Freepik.com

Tarifas ao Brasil e Argentina, o PIB do 3º tri, Trump e os tuites e o que você precisa saber essa terça.

Tarifas ao aço e alumínio brasileiro e os tuites de Trump.

Nessa segunda, o Ibovespa ainda fechou em alta indo na contramão do exterior.

E, por fim, o PIB do 3º trimestre.

Aqui está o que você precisa saber para começar a terça bem informado.

Trump no Twitter: perigo constante

Ontem o presidente Donald Trump, em pleno pregão, ofereceu mais uma derrota a boa relação entre Brasil e EUA.

O presidente americano, em tuíte, informou que “visto que o Brasil e Argentina desvalorizaram suas moedas para incentivar exportações”, Trump criaria tarifas a importação do aço e alumínio brasileiro e argentino.

Dessa forma, os produtores americanos, segundo Trump, não seriam mais prejudicados com a diferença do cambial.

Além das novas sanções de ontem, hoje pela manhã o presidente americano teria indicado em Londres que prefere que o acordo EUA e China fique para após as eleições.

Em síntese, as novas polêmicas de Trump estão sendo vistos como “cortinas de fumaça”.

Vale lembrar que o presidente americano passa por um processo de Impeachment no Congresso americano.

O crescimento brasileiro

Nessa terça-feira (03/12) o IBGE divulgou os dados do Produto Interno Bruto do 3º trimestre de 2019.

Após a recessão que teve estopim em 2015, o Brasil apresenta crescimento (lento) com dados de sucessivos crescimentos do PIB.

No 2º trimestre, o PIB brasileiro apresentou alta de 0,4%. Os dados são de crescimento de 0,6%.

O crescimento veio acima do esperado 0,2% e deve refletir positivamente no pregão de hoje.

Em suma, o crescimento gradual resultou em um crescimento anual estimado de 1,2%.

Sinais lentos, porém positivos de retomada da economia

LEIA MAIS:

Trump quer mais concessões da China

Você deveria comprar Dólar

Trump vai cair? Entenda o processo de impeachment

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.