As notícias que prometem agitar sua quarta-feira

Carlos Henrique de S. e Silva
Carlos Henrique é especialista de investimentos certificado pelo CEA® e PQO®. Em sua trajetória esteve em grande instituições como o Banco Volkswagen, XP Investimentos e Banco Itaú. Atua como assessor de investimentos e paralelamente como redator do site EuQueroInvestir.com.
1

Crédito: Reprodução/iStock Photos

Ibovespa em dia de queda em véspera de feriado, a ata do Fed, a expectativa frustrada no Senado e bolsas mundiais sem tendência.

O principal índice acionário brasileiro fechou em baixa pelo segundo pregão consecutivo, muito se vê como cautela do mercado no aguardo de ata do Federal Reserve nessa quarta-feira.

De antemão, o Senado parece indicar dificuldades no encaminhamento de proposta da Reforma Administrativa ao Congresso.

E ainda, as bolsas mundiais caminham em tendência não clara.

Aqui está tudo que você precisa saber nessa quarta-feira 20/11.

Segundo ‘urso’ consecutivo

O Ibovespa fechou nessa terça em segunda queda consecutiva com 0,38% negativo.

Em suma, o movimento de realizações se deve aos poucos avanços do acordo de EUA e China e indicações de dificuldades impostos pelo Senado à tramitação da Reforma Administrativa.

Desse modo, investidores externos pressionaram as ações dos Bancos e Petrobrás para baixo.

O JPMorgan rebaixou a recomendação das ações do Itaú Unibanco.

Assim, o  sinal negativo ainda impera no mercado nacional com dólar à R$ 4,20 com atuação do Banco Central no controle da moeda.

A ata do FOMC

Ainda essa quarta-feira, o FOMC – comitê do Federal Reserve – deve anunciar novo corte de juros nos EUA.

Dessa forma, com a piora dos indicadores econômicos a expectativa se volta novamente à política monetária dos Bancos Centrais, segundo Pedro Galdi, economista-chefe da Mirae Asset.

Em síntese, a ata também é aguardada com otimismo para migração de capital à bolsa americana.

À deriva

Bolsas mundiais ainda sem direcionamento.

Entretanto, terça o S&P 500 operava próximo ao novo recorte a espera da ata do Fed para novos cortes de juros.

Europa ainda com bolsas voláteis entre altas e baixas também a espera de delimitações claras do cenário de juros americano e como isso pode refletir no mundo.

Feriado em SP e dia sem B3

Essa quarta é feriado em São Paulo, desse modo às operações da B3 estarão suspensas.

Assim, os impactos da ata do Fed poderão ser vistos através das ADRs brasileiras.

 

LEIA MAIS:

A decisão do FOMC

Reforma Administrativa pode ficar para 2020