As lições do coach de um trilhão de dólares

Giovana Kindlein
Colaborador do Torcedores
1

Confiança, liderança, respeito, honestidade, humildade e persistência são essenciais na gestão, segundo o livro O coach de um trilhão de dólares: O manual de liderança do Vale do Silício, de Eric Schmidt, Jonathan Rosenberg e Alan Eagle.

No livro, eles contam como o coach Bill Campbell, ex-treinador de futebol americano e empresário morto em 2016, contribuiu para que o Google se transformasse em uma empresa bilionária.

Bill Campbell era muito procurado pelos executivos porque tinha fama de melhorar o desempenho em ambientes corporativos de rápido crescimento.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

A influência do coach foi forte e significativa entre os CEOS das gigantes de tecnologia do Vale do Silício. Entre eles, Steve Jobs, da Apple, e Jeff Bezzos, da Amazon.

Dessa maneira, o ex-CEO da Alphabet, dona do Google, Eric Schmidt, o ex-vice-presidente sênior de produtos do Google, Jonathan Rosenberg, e o ex-diretor do Google, Alan Eagle, estruturam no livro os principais ensinamentos de Campbell sobre liderança pesquisados em mais de 80 depoimentos.

O Coach de Um Trilhão de Dólares é uma das leituras recomendadas pelos especialistas da EQI Investimentos. Obras que eles leram, gostaram e indicam.

Princípios de liderança cultuados pelo coach que moldou vencedores

Os princípios de liderança cultuados pelo coach discreto e desconhecido da multidão moldou vencedores e levou muitas startups a trajetórias de sucesso. Pela dinâmica organizacional, ele identificava inquietações que não podiam ser evitadas em ambientes corporativos.

Entre as lições do coach estão o desenvolvimento de relações de confiança, o trabalho em equipe e o estímulo ao crescimento pessoal nas práticas de gestão de pessoas.

Os três autores do best-seller dedicam um capítulo à temática da confiança. Com efeito, o fundador e os executivos do Google ligavam para Campbell quando precisavam de ajuda na gestão. O coach permitia que as pessoas enxergassem as suas próprias vulnerabilidades.

Para ser um líder, segundo Campbell, o gestor deve ouvir com atenção e praticar gentilezas. Nesse sentido, Schmidt, Rosenberg e Eagle destacam a importância da verdade e de um propósito, difundindo coragem, e enfatizando a excelência na organização.

No livro, eles evidenciam a diferença entre gestão e liderança. Para os autores do best-seller administrar é diferente de liderar. Por exemplo, administrar implica em cortar custos e realizar processos. Enquanto a liderança trata de inspirar pessoas a serem mais produtivas no desempenho da organização.

Os autores apontam um panorama traçado pelo treinador do Vale do Silício para dar um feedback positivo ou negativo, quando necessário.

  • Clique aqui para comprar na Amazon  O Coach de Um trilhão de Dólares  

Individualismo não deve se sobrepor ao trabalho em equipe

Apesar de ter convivido com personalidades do mundo dos negócios, Campbell preferia trabalhar nos bastidores, formando e desenvolvendo grandes líderes.

O livro mostra que um líder não deve deixar que o individualismo se sobreponha ao trabalho em equipe.

Outro ensinamento interessante que os autores aprenderam com seu mentor é o fomento para criação de vínculos entre as pessoas. Na visão de Campbell, criar laços é importante para o crescimento de uma empresa.

Por fim, salienta o valor das pessoas com mais experiência. “Cerquem-se de gerentes inspiradores”, escrevem.

Eric Schmidt também escreveu “Como o Google Funciona”. É um livro que mostra o avanço da tecnologia e o empoderamento dos consumidores.