Aprenda o passo a passo para investir

Humberto Maurício Pennacchia
null
1

Crédito: acionista.com.

Segundo Warren Buffett, existem duas regras que toda pessoa que aplica seu dinheiro não deve esquecer jamais:

1: Nunca perca dinheiro.

2: Jamais esqueça a regra número 1.

Para que essas duas simples regrinhas citadas por Buffett sejam de fato aplicadas na prática, toda pessoa que deseja fazer bons investimentos e maximizar seus lucros, deve saber o passo a passo de como fazer isso.

Nessa matéria, você aprenderá como deve ser o passo a passo do investimento bem sucedido.

bolsa-queda

Antes de iniciarmos o passo a passo do bom investimento, vamos aprender o que é investimento.

O que é investimento?

De forma bem simples, investimento é toda aplicação de recursos que gera um retorno futuro.

Quando investir?

Antes de pensar em investimentos, é preciso analisar como está a sua saúde financeira.

Por exemplo, adianta você ter R$ 500,00 na caderneta de poupança rendendo 0,15% ao mês e ter uma divida com juros de 3% ao mês?

Se você colocar essa equação na ponta do lápis, verá que não terá vantagem alguma.

Visto que o valor final a ser pago, no caso da dívida, é muito superior ao valor que você conseguiria obter deixando o dinheiro na poupança.

Agora, se você não tem divida e tem dinheiro disponível para investimento, faça os juros compostos trabalharem a seu favor e não contra você.

Aprenda o roteiro do bom investimento:

Tenha em mente qual é o objetivo que está levando você a realizar um investimento.

Por exemplo, se você está investindo com o objetivo de comprar uma casa, fazer a viagem dos sonhos, pensando na aposentadoria, na faculdade dos filhos, etc.

Definido esse objetivo, pense em quanto tempo você se sentirá confortável deixando esse dinheiro  investido.

Faça uma análise intima criteriosa com o Teste de Perfil do Investidor para descobrir o seu lugar.

Feita essa análise, você se sentirá confiante e confortável para estabelecer limites para a sua aplicação financeira.

Busque ampliar seus conhecimentos acerca do objetivo (investimento) desejado.

Participe de cursos presenciais ou online, palestras, workshops de finanças, leia livros e revistas da área específica.

Faça bom uso dos recursos da internet e acesse ferramentas gratuitas, tais como: Simulador de Investimentos Online com o objetivo de testar estratégias.

Dessa maneira, o investidor vai entender como funciona o mercado na prática e vai adquirindo habilidades de quem conhece o assunto.

Aprenda a ter disciplina com a estratégia definida.

Lembre-se, o controle emocional é importantíssimo para que a disciplina seja desenvolvida de forma integral.

Não fique trocando de estratégias sempre que passar por um momento de instabilidade nos seus investimentos.

Essa atitude pode comprometer ainda mais a sua rentabilidade futura e afetar o  seu controle de riscos.

Agora que você já aprendeu o roteiro do bom investimento, fica aquela velha pergunta, onde investir?

Se o o seu objetivo é investir em renda fixa, você pode investir em título público ou privado.

O risco de investir em renda fixa é relativamente baixo e o investimento é seguro, à medida que você já tem noção do retorno no momento da aplicação.

A taxa de remuneração dessa modalidade de investimento pode ser prefixada (você sabe na hora que faz o investimento).

Ou pós-fixada (atrelada a um índice econômico (Taxa Selic, Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e Certificado de Depósito Interbancário (CDI).

Conheça alguns dos investimentos existentes na renda fixa:

  • Debênture é um título de dívida de empresa que oferece direito de crédito ao investidor, remunerado por meio de juros prefixados ou pós-fixados.

Através da aquisição desse título, você empresta seu capital para empresas.

Certificado de Depósito Bancário (CDB)

CDB é um título de investimento emitido por bancos para captar recursos para financiar suas operações.

Fundos de Renda Fixa

É uma carteira composta por diversos produtos. Por exemplo, títulos públicos e privados. Através dessa carteira é possível reduzir riscos.

Letra de Câmbio

É um título de crédito no qual o emitente dá ao aceitante ordem de pagar, ao beneficiário investidor, determinada quantia, no tempo e nos lugares fixados na letra de câmbio.

 LCI

A LCI é a Letra de Crédito Imobiliário. Ela é um investimento de renda fixa emitido pelos bancos.

Os recursos captados pelo banco emissor dos papéis são utilizados para o financiamento das atividades do setor imobiliário.

Por fim, ele oferece uma taxa de rentabilidade anual, que é definida no momento da compra.

LCA

A LCA é a Letra de Crédito do Agronegócio.

Ela também é um título de renda fixa emitido pelos bancos.

Neste caso, a captação é direcionada para financiar as atividades do setor do agronegócio.

Por fim, a taxa de rentabilidade e a data de vencimento são definidas no momento da compra.

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um investimento oferecido pelo Governo Federal em parceria com a B3. Com ele, o investidor pessoa física pode adquirir títulos da dívida federal, com risco baixíssimo e rendimento superior à poupança.

Se você deseja investir na renda variável (bolsa de valores), fique atento a alguns detalhes:

Na renda variável, não há garantia de rentabilidade e, com as constantes mudanças no mercado, as aplicações podem se valorizar ou desvalorizar rapidamente.

Dessa forma, envolve um maior risco. Contudo, os retornos também podem ser maiores, principalmente, no longo prazo.

Os principais investimentos encontrados em renda variável são:

Ações: O investidor compra, através das ações, participação nas empresas.

Commodities:  Commodities são produtos que funcionam como matéria-prima,  podem ser estocados sem perda de qualidade, como petróleo, suco de laranja  boi gordo, café, soja e ouro.

Contratos Futuros: Nesse mercado são negociados compromissos de compra e venda que só serão realizados no futuro.

O objetivo desse tipo de negócio não é receber o produto final, mas ganhar dinheiro com a variação dos preços, que mudam diariamente.

Fundo de Investimento Imobiliário (FII): O Fundo Imobiliário é caracterizado pela reunião de investidores que formam uma sociedade com o objetivo de comprar ou construir algum tipo específico de imóvel.

Portanto, ao investir em fundos imobiliários você se torna proprietário de pequena parte de um ou de vários imóveis que compõem aquele fundo

Agora que você já tem um roteiro do bom investimento, defina seu perfil e obtenha bons lucros!

 

  • Confira os melhores investimentos para 2020