Aprenda a fazer as melhores escolhas ao investir em Fundos Imobiliários

Késia Rodrigues
Colaboradora Independente do Portal EuQueroInvestir e leitora assídua de conteúdos sobre economia e política. Apaixonada por tecnologia, investimentos e viagens.

Crédito: Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By sarawutnirothon

Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By sarawutnirothon

Facilidade de negociação, valor de investimento baixo e boa liquidez são alguns dos atributos dos Fundos Imobiliários, uma opção de investimento que está em alta nos últimos tempos.

Contudo, como em todos os aspectos que envolvem o mercado financeiro, é preciso ter cuidado antes de decidir pela compra, pois o investidor corre o risco de cair em verdadeiras ciladas. Pensando nisso, a equipe de análises da XP Investimentos elencou três passos essenciais que devem ser considerados antes de montar uma carteira de fundos imobiliários.

“Ao seguir essas etapas, o investidor será capaz de encontrar as ‘Blue Chips’ desse mercado”, é o que garante a equipe da XP Investimentos.

1º passo – Dê importância à liquidez:

Em primeiro lugar deve ser feita uma seleção dos Fundos Imobiliários dotados de liquidez adequada para negociação. Segundo os analistas da XP Investimentos, o investidor deve dar prioridade para os fundos cujo volume de negociação atinja, no mínimo, R$ 100 mil ao dia.

Nessa análise é importante avaliar o volume negociado nos últimos 30 dias e verificar se o mínimo diário tem sido negociado. Caso o fundo não conte com essa característica, então será mais complicado vendê-lo quando houver necessidade.

2º passo – Busque um gestor experiente:

Algo que é fundamental quando se fala em Fundos Imobiliários é ter um gestor experiente nesse tipo de ativo e que tenha proatividade na resolução de problemas do fundo. Caso o investidor não possua um conhecimento prévio de quais são os maiores e melhores players que atuam nesse mercado, o recomendado é buscar um especialista da corretora que pode repassar maiores informações acerca do fundo de interesse.

3º passo – Analise o mercado e o ativo:

Outro ponto fundamental antes de realizar a compra de um determinado Fundo Imobiliário é verificar quais são os ativos que estão contidos em sua carteira. No caso dos fundos de escritórios, por exemplo, o investidor precisa verificar quais sãos os prédios ou andares que o fundo detém e, além disso, saber se estão localizados em regiões dotadas de uma boa taxa de ocupação.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

A equipe de análise da XP Investimentos recomenda que os investidores desconfiem de praças menos óbvias e, também, de ativos que possuem baixo diferencial quando em comparação aos seus concorrentes.

Outros fatores também podem influenciar essa análise como o tipo de contrato de aluguel e os inquilinos do prédio. Os fundos que possuem multinacionais e grandes empresas como seus inquilinos, por exemplo, costumam ser mais estáveis e tem menos problemas com o pagamento de alugueis.

Experimente o nosso teste de perfil!

[banner id=”teste-perfil”]

Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By Elegant01

Bônus: Olhe para o futuro e não para trás

Além dos três passos citados anteriormente há também outro ponto muito importante para quem deseja investir em Fundos Imobiliários. Entre as maneiras mais comuns de escolha desse ativo é por meio da comparação do preço da cota ao dividendo entregue nos últimos meses. Contudo, segundo os analistas da XP Investimentos, a melhor maneira de se investir em Fundos Imobiliários é olhando para frente, ou seja, buscando entender o mercado e avaliando as diversas perspectivas dos ativos no médio e no longo prazo.

Assim, os especialistas apontam que várias das altas nesse mercado já estão “encomendadas” por meio da redução da vacância, dos gastos esporádicos necessários e das quedas momentâneas nas receitas.

Por esse motivo é essencial que o investidor busque compreender o mercado imobiliário em que o fundo está inserido. No caso dos fundos de escritórios, um ponto importante é ler todos os relatórios das consultorias acerca desse seguimento, pois, assim será possível conhecer as perspectivas. A mesma lógica também se aplica aos demais tipos de imóveis como agências, industriais, logísticos etc.

[box type=”info” align=”” class=”” width=””]Como toda essa avaliação demanda tempo, dedicação e um determinado nível de conhecimento sobre o assunto, caso o investidor não queira (ou não possa) realizar todo o processo de avaliação, o ideal é seguir as recomendações dos especialistas na área. A XP Investimentos, por exemplo, conta com uma equipe com foco no seguimento de fundos imobiliários.[/box]

Gustavo Bueno, um dos membros da equipe de análise da XP Investimentos, aponta que o investidor que não souber “separar o joio do trigo” pode acabar se dando mal nesse negócio.

Abaixo uma lista com as carteiras que a XP recomenda para o mês de janeiro:

Carteira ‘valor’:

Código (peso na carteira)Nome do fundoDY 12 m*
TBOF11 (25%)TB Office2,80%
BRCR11 (25%)BC Fund4,20%
FFCI11 (20%)Rio Bravo RC5,40%
VLOL11 (20%)Vila Olimpia Corporate5%
XTMX11 (15%)Hotel Maxinvest5,80%

* Média dos dividendos dos últimos 12 meses.

Carteira para renda:

Código (peso na carteira)Nome do fundoDY 12 m*
MXRF11 (20%)Maxi Renda7,1%
SDIL11 (20%)SD Logística Rio8,0%
RBRF11 (15%)RBR Fundo de Fundos7,0%
HGBS11 (25%)CSHG Brasil Shopping6,6%
XPLG11 (20%)FII XP Log7,5%

*Média dos dividendos dos últimos 12 meses.

Fonte da Notícia: Portal Infomoney

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.