Aprenda a Calcular a Rentabilidade de Seus Investimentos!

Não importa se você já investe ou é apenas um entusiasta do assunto, o fato é que em tempos onde a Selic (Taxa Básica de Juros) vive seu patamar de baixa histórica (atuais 6,5%), os investimentos em renda fixa no Brasil, precisam mais do que nunca de assertividade no momento da escolha.

O exemplo mais gritante é o da caderneta de poupança. Eu sei, já lhe disseram que é um péssimo investimento, mas você já parou para analisar quanto a poupança rendeu em 2018?

Sempre que o Banco Central define uma taxa de juros abaixo de 8,5%, ativa-se o gatilho que determina que o rendimento da poupança passa a ser de 70% do CDI + TR. Mas o que isso quer dizer na prática?

Em 2018, a poupança rendeu X% (retirando os 70% ao longo dos 12 meses). O que parece pouco fica ainda pior se levarmos em conta a inflação, ou seja, a perda do nosso poder de compra. O IPCA acumulado no período foi de 3,75%, o que nos leva a uma rentabilidade real de míseros 0,84% ao ano!

Se você pensa que esta baixa rentabilidade é exclusividade dos investimentos em poupança, está enganado!

Muitos bancos, em especial os grandes (Itaú, Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Federal e Santander), oferecem CDBs com rendimentos muito próximos a 70% do CDI.

Entendendo o funcionamento da calculadora:

Abaixo, disponibilizamos nossa Calculadora de Investimentos, para que você mesmo possa simular a rentabilidade de seus investimentos em renda fixa.

Para simular com os dados acumulados de 2018, tenha em mente que:

  • O CDI acumulado em 2018 foi de 6,42%
  • A inflação acumulada em 2018 foi de 3,75%
  • O rendimento acumulado da poupança em 2018 foi de 4,55%

Calculadora de Investimentos

Entendendo a Calculadora

No primeiro bloco da calculadora você pode escolher os 3 investimentos que serão comparados:

Calculadora 1

Você pode escolher entre diversos tipos de investimentos de Renda Fixa.

Sua escolha vai influenciar basicamente na tributação: Se o ativo é ou não tributável com imposto de Renda.

Se você quiser uma calculadora que compare investimentos com diferentes taxas de administração ou custódia, bem como come-cotas, veja esta calculadora.

Calculadora 2

Depois disso você vai poder escolher a forma de remuneração, entre Pós-Fixado, Prefixado e IPCA+.
Assim você pode comparar investimentos de diferentes formas de remuneração.

Calculadora 3

O próximo campo é o da rentabilidade, vale prestar bem a atenção neste campo, pois um investimento Pós-Fixado costuma ter rentabilidades como “100%” ou 116% do CDI, já investimentos prefixados costumam ter rentabilidades como “14%” ou “15%” ao ano.

De forma que apesar de serem números bastante distantes, acabam sendo rentabilidades finais muito próximas.

Para que o investidor não se confunda, o texto que vai após a caixa para rentabilidade muda entre “% do CDI”, “%” e “% + IPCA”. Conforme o investidor altera entre “Pós”, “Pré” e “ipca+”.

Calculadora 4

Agora é hora de definir o prazo da aplicação que começa em “3 meses” e que pode ir até vários anos. Como padrão inicial, deixamos selecionado o prazo de 36 meses – (1080 dias) – [3 anos].

Calculadora 5

Para que toda a matemática funcione para os investimentos do tipo IPCA+ e Pós-Fixados precisamos definir o CDI e a Inflação (IPCA).

A calculadora, já carrega o CDI e o IPCA atual, mas você pode alterar conforme suas previsões.

Se você quiser calcular com uma curva de juros ao invés de juros fixos você também pode, como mostro aqui abaixo.

Calculadora 6

 

 

 

 

 

 

Veja Se Você Qualifica Para Obter Investimentos Mais Lucrativos

Se você quer obter retornos em investimentos acima da média e receber o suporte de uma assessoria de investimentos (sem custos nem taxas extras),  preencha o formulário abaixo para que eu possa verificar, e se possível, indicá-lo para uma assessoria gratuita em sua região.

 

Close