Após Senado barrar testemunhas, julgamento contra Trump pode ir para a absolvição

Jéssica De Paula Alves
Jornalista e produtora de conteúdo
1

Crédito: Divulgação

O julgamento do processo de impeachment contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retomado na quinta-feira (30), pode terminar com a absolvição do mesmo. Nesta sexta-feira (31) o Senado americano votou votar para não chamar novas testemunhas. 

Segundo a Reuters, por 51 votos a 49, o Senado, controlado pelos republicanos, impediram a tentativa dos democratas de ouvir depoimentos de testemunhas, como do ex-assessor de Segurança Nacional John Bolton.

De acordo com o Jornal Nacional, houveram dois votos de vantagem. Apesar de 75% dos americanos acharem necessário convocar testemunhas, o Senado votou contra. Assim, abriu-se o caminho para que na próxima semana seja definido o veredito de Donald Trump. E a expectativa é que não seja removido do cargo.

BDRs. Alternativas para investir no exterior diretamente da bolsa brasileira