Ânima (ANIM3) e Ser (SEER3) fecham acordo por ativos da Laureate

Redação EuQueroInvestir
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação Ânima

A Ânima Educação (ANIM3) e a Ser Educacional (SEER3) fecharam um acordo de opção de compra e venda de alguns ativos do Grupo Laureate no Brasil.

Segundo comunicado da Ânima, o acerto foi feito após Ser e Laureate chegarem ao entendimento que extingiu os processos judiciais e arbitrais e onde ambas reconheceram o direito da Ser de receber o pagamento de R$ 180 milhões, por “Go Shop”, previsto no contrato.

Na Bolsa, as ações das empresas reagem à notícia de forma diversa: ANIM3 cai 1,17% e SEER3 tem ganho de 2,58%, perto das 11h15.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

O contrato entre a Ânima e a Ser prevê que, até o dia 4/11/2020, a Ser poderá optar por receber R$ 180 milhões ou por aguardar o fechamento do negócio jurídico entre a Laureate e a Ânima Educação e receber o direito a 100% das quotas das sociedades mantenedoras das Instituições Faculdade Internacional da Paraíba (FPB) e Centro Universitário dos Guararapes (UNIFG).

Caso o fechamento da transação entre a Laureate e a Ânima Educação não aconteça no prazo de até doze meses, a Ser poderá renunciar à opção pela dação em pagamento e exigir da Ânima Educaçãoo os R$ 180 milhões.

Além disso, a Ser terá também uma opção de compra de 100% das quotas das sociedades mantenedoras das Instituições Centro Universitário Ritter dos Reis (UniRitter), Centro Universitário Fadergs e Centro Universitário Hermínio da Silveira (IBMR). Simultaneamente, a Ser concede à Ânima opção de venda de 100% das instituições.

Se após o vencimento do prazo para exercício das opções de compra e de venda, a Ânima pretender vender as mantenedoras da UniRitter, Fadergs e IBMR, deverá, antes, notificar a Ser para que exerça ou não o direito de preferência na aquisição de referidas mantenedoras,

As transações dependem do fechamento da aquisição entre Ânima e Laureate e de aprovação pelo Cade. De acordo com comunicado, os acordos removem as possíveis barreiras para a conclusão do negócio.

Também em comunicado, a Ser afirma que as instituições envolvidas na transação possuem potencial de crescimento nos segmentos de ensino presencial, a distância e educação continuada, e assim se tornam “aderentes a sua estratégia de crescimento no mercado de ensino superior brasileiro”.

Veja também:

Ânima (ANIM3) x Ser (SEER3): quem fica com a Laureate?

Ânima (ANIM3): proposta pela Laureate é classificada como superior