Ânima (ANIM3) anuncia aquisição da Faseh por R$ 172,4 milhões

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/ Faesh

A Ânima fechou, juntamente com sua subsidiária Brasil Educação, um contrato de compra que resultará na aquisição do controle do Centro de Ensino superior de Vespasiano (CESUV), sociedade mantenedora da Faculdade da Saúde e Ecologia Humana (Faseh), nesta quinta-feira (7).

O valor a ser pago pela Faseh foi de R$ 172,4 milhões.

A Ânima adquiriu a totalidade das cotas da Inovattus Empreendimentos, que, por sua vez, é detentora de 51% do capital social do CESUV, sociedade mantenedora da Faseh.

A operação também envolveu contratos já celebrados entre a Inovattus e vários sócios minoritários do CESUV, para aquisição de cotas que representam, respectivamente, 4,6%, 11,94% e 7,95% do capital social do CESUV.

Com isso, a Ânima passará a deter o controle e administração isolada do CESUV, ainda que haja exercício do direito proporcional de preferência por parte dos dois sócios remanescentes.

A companhia realizará o pagamento de R$108,9 milhões a Inovattus, caso os sócios remanescentes não exerçam o direito proporcional de preferência.

Os valores serão pagos em 3 parcelas, sendo que a primeira pode chegar a R$ 55,9 milhões, por ocasião do fechamento, e duas parcelas vincendas, que poderão atingir a R$ 26,5 milhões cada, em 12 e 24 meses contados do fechamento, todas corrigidas pelo INPC.

A operação considera, também, um earn-out ao Dr. Ricardo, da ordem de até R$ 63,5 milhões, a serem pagos em até 36 meses, dependendo de determinados resultados, metas e condições futuras.

As despesas da transação envolvendo comissão pela intermediação do negócio e assessorias contábeis e jurídicas, serão da ordem de R$1,5,milhão.

Em nota, a Ânima informou que “o Dr. Ricardo Queiroz Guimarães, médico, cientista renomado, que era o titular da INOVATTUS, além de continuar à frente do projeto da Faseh, passará a apoiar, alavancar e fortalecer os projetos da Ânima na área de educação médica conduzidos por sua vertical de saúde, a INSPIRAL”.

Direito de retirada

O acionista contrário a compra da Faseh poderá exercer o direito de retirada, mediante o reembolso do valor das ações de que era titular no dia 07 de maio de 2020.

O valor de reembolso será de R$ 8,71 por ação.

Os acionistas dissidentes terão o prazo de 30 dias para notificar a companhia reclamando seu reembolso, indicando quantidade de ações de sua titularidade na data da comunicação do fato relevante.

O reembolso será realizado em até 72 horas contadas do final do prazo de 30 dias.

FASEH

A FASEH está localizada na cidade de Vespasiano-MG, no denominado vetor norte da área em expansão da região metropolitana de Belo Horizonte, muito próxima ao aeroporto internacional de Confins.

O instituto conta com 6 autorizados em funcionamento, o destaque está no curso de Medicina, que possui 597 alunos (do total de 1034 alunos da IES), atualmente conta com 100 vagas, sendo considerado entre os melhores do país, com conceito de curso nota máxima, ou seja 5, resultado de vistoria do Ministério da Educação realizada em 2018, destacando-se pela intensa utilização de tecnologia e equipamentos de ponta.

De acordo com a Anima, a Faseh conta ainda com processo em tramitação junto ao MEC para aumento de 100 novas vagas para o curso de medicina.

Além da Medicina, a IES conta com os cursos de Enfermagem, Fisioterapia, Direito, Engenharia Civil e Engenharia de Produção, estando sua reputação principalmente estabelecida na área da saúde.

A Receita Líquida estimada da Faseh para 2020 é de R$ 64,7 milhões e o Ebtida ajustado (lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização) é de R$ 8,0 milhões.

Sanepar (SAPR4) informa medidas para emergência hídrica no PR

A Sanepar (SAPR4) informou, nesta sexta-feira (8), que o Governador do Paraná decretou situação de emergência hídrica no Estado, tendo em vista a redução do volume de água disponível para captação para o consumo humano e dessedentação de animais, causada pela estiagem.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Segundo o comunicado, o Instituto Água e Terra – IAT, realizará ações emergenciais destinadas ao abastecimento público priorizando as demandas das prestadoras de serviço com esta finalidade.

Em nota, a Sanepar explica que “as prestadoras de serviço de saneamento ficam autorizadas a executar como ação mitigadora rodízio de 24  horas considerado da interrupção até a retomada do abastecimento, com prazo para normalização de até mais 24 horas”.

Os limites acima podem ser extrapolados em situações emergenciais de manutenção ou decorrentes de caso fortuito e força maior, devendo ser comunicadas para a população e órgãos de fiscalização.

O decreto vigorará pelo prazo de até 180 dias, podendo ser revisto a qualquer momento, a depender da evolução da situação.