Aneel: bandeira verde é mantida nas contas de energia em maio

Marco Antônio Lopes
Editor. Jornalista desde 1992, trabalhou na revista Playboy, abril.com, revista Homem Vogue, Grandes Guerras, Universo Masculino, jornal Meia Hora (SP e RJ) e no portal R7 (editor em Internacional, Home, Entretenimento, Esportes e Hora 7). Colaborador nas revistas Superinteressante, Nova, Placar e Quatro Rodas. Autor do livro Bruce Lee Definitivo (editora Conrad)

Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) definiu, nesta sexta-feira, que a bandeira tarifária para o mês de maio será verde.

A decisão indica que não haverá custo para os consumidores. O acionamento da bandeira verde ocorre pelo quarto mês consecutivo, lembra a agência.

A Anel explica: “Em abril, os principais reservatórios de hidrelétricas do Sistema Interligado Nacional (SIN) apresentaram recuperação de níveis em razão do volume de chuvas próximo ao padrão histórico do mês.”

Impacto da crise do Covid-19

E complementa: “A combinação de reservatórios mais elevados com o impacto das medidas de combate à pandemia do Covid-19 sobre o consumo de eletricidade sinaliza manutenção da elevada participação das hidrelétricas no atendimento à demanda de energia do SIN, sem a necessidade de acionamento do parque termelétrico de forma sistêmica.”

Essa perspectiva refletiu-se “na manutenção do preço da energia no mercado de curto prazo (PLD) e dos custos relacionados ao risco hidrológico (GSF) em patamares reduzidos.”

O PLD e o GSF são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada.

Criado pela ANEEL, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica.

“O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração”, diz a Aneel.

LEIA MAIS:

Dólar: Várias camadas de crise explicam disparada; cenário deve piorar

Investimentos para a crise: veja como funciona um fundo descorrelacionado

P/Ebit mostra se ação está cara ou barata; veja como funciona

Os Benefícios de se ter um assessor de investimentos