Ambev (ABEV3) tem recomendação neutra reiterada pela XP

Osni Alves
Jornalista | osni.alves@euqueroinvestir.com
1

Foto: Ambev (ABEV3) tem recomendação neutra reiterada pela XP

A XP Investimentos reiterou a recomendação de compra para a Ambev (ABEV3), bem como a manutenção do preço-alvo em R$ 15 por ação.

Isso porque a gestora promoveu uma reunião com o CEO da companhia, Jean Jereissati, e o CFO, Lucas Lira, na quarta-feira (20), para tratar do mercado à frente.

De acordo com a analista Betina Roxo, os executivos elencaram iniciativas que fazem parte da estratégia da empresa, como trabalhar a marca, cuja indústria é muito relevante para o país, impactando 2% do PIB brasileiro.

Também a inovação como mentalidade, enquanto reorganizam a empresa para ser mais inovadora e escutar mais o consumidor, desenvolvendo processos e não só produtos.

Por fim, eles ajustam o foco em tecnologia para se tornarem mais eficientes e criarem mais intimidade com o consumidor.

“Os executivos disseram ainda que essas prioridades caíram como uma luva nesse momento desafiador, que conta também como foco principal a saúde dos colaboradores e parceiros”, disse.

Para Betina, é fato que o setor tem sido muito impactado e a incerteza é grande. Por outro lado, a crise acelerou iniciativas já planejadas, enquanto a empresa apresenta solidez financeira para superar os desafios do curto prazo.

Veja o desempenho da ABEV3 na Bolsa:

abev3

Fonte: tradingview.

ABEV3: cenário na China

De acordo com Betina, as medidas tomadas na China contra a pandemia foram mais drásticas do que as que estão sendo tomadas no Brasil. Portanto, há diferenças na comparação entre os países.

Isso porque a ABI, que é a controladora da Ambev, possui 35 plantas na China e foi forçada a fechá-las por dois meses. Já no Brasil, as plantas seguem abertas, com utilização reduzida.

“Espera-se que a recuperação no Brasil leve mais tempo do que na China, já que o país ainda não passou do pico da curva”, destacou.

ambev-1

ABEV3: cenário na América Latina

Conforme Betina, Argentina, Paraguai e Chile tem sido mais resilientes. Esse grupo de países passa por quarentenas menos severas e possuem uma menor representatividade de bares e restaurantes.

Já Brasil e, particularmente, Bolívia e República Dominicana, tem seus volumes afetados por medidas mais severas contra a pandemia, incluindo toque de recolher na República Dominicana, além de parcela maior de representatividade de bares e restaurantes.

ABEV3: posicionamento de marcas

Há um ano, a empresa vem focando na comunicação mais assertiva com os consumidores. Na visão da Ambev, ao pulverizarem os canais de contato, a empresa aumenta as oportunidades para trabalhar marcas e nichos de consumidores de maneira mais personalizada.

Nesse sentido, a fatia de marketing dedicada à mídia tradicional, como televisão, diminuiu enquanto a fatia dedicada às experiências como eventos com marca própria e no canal digital aumentou significativamente.

A aposta no digital está bem estruturada. Há um ano internalizaram agências de publicidade e 200 pessoas para poder fortalecer essa aproximação com o consumidor.

Houve a criação de uma área de social-listening e outra de social-answering, para acompanhar o que está sendo dito sobre a Ambev nas redes sociais.

Com isso, a Brahma se aproximou ainda mais do sertanejo. Consequentemente, as duas marcas mais lembradas nesse momento de crise do setor cervejeiro são a própria Ambev e a Brahma Duplo Malte.

ambev-2

ABEV3: Zé Delivery e Donus

A plataforma de compra online de cerveja da empresa, Zé Delivery, tem sido um grande destaque positivo neste momento de quarentena.

A proposta do Zé Delivery é entregar na casa do cliente, em até 30 minutos, cerveja gelada com preço de supermercado. O app já foi baixado por mais pessoas no Brasil do que o Uber Eats.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Já a Donus é uma fintech lançada neste ano que se propõe a ser um hub financeiro para o pequeno varejo, incluindo conta digital PJ, cartão de débito sem anuidade e maquininha de cartão de crédito.

Segundo a Ambev, a aceitação por parte de donos de bares e restaurantes tem sido alta, em função da credibilidade da companhia e do relacionamento de longo prazo que a empresa tem com seus clientes.

Vale lembrar que tanto o Donus quanto o Menu – marketplace de alimentos, bebidas e produtos de limpeza que funciona como uma espécie de atacado virtual – pertencem à Z-Tech, o novo hub de tecnologia e inovação da ABI.

ABEV3: diferentes canais, diferentes margens

Em termos de canais, bares e restaurantes de fato sofrem mais em função da quarentena. Por outro lado, o e-commerce está performando exponencialmente melhor.

Já no canal de supermercados, aqueles de bairro estão se provando os mais resilientes.

Quanto ao cenário pós-pandemia, a Ambev está equacionando como será o retorno de bares e restaurantes.

Há um esforço para entender as novas experiências de consumo, uma vez que o consumo de cerveja como forma de socialização é tradicional no Brasil.

Nesse esforço de se tornar uma empresa cada vez mais focada no consumidor, a Ambev está usando como benchmark a China.

O foco está em entender como será esse retorno da socialização, primeiro com a família em casa, depois com amigos.

A realização de lives pelo youtube é um bom exemplo que acompanha esses novos formatos de socialização.

ambev-3

ABEV3: bares e restaurantes em momento desafiador

Segundo Betina, é importante ter em mente que os níveis de fechamento de bares e restaurantes são diferentes, dependendo, sobretudo, da região da cidade. Soluções personalizadas são propostas para cada nicho.

Do ponto de vista financeiro, a Ambev optou por não bloquear clientes que atrasaram um pagamento, além de conectar cada vez mais parceiros ao Zé Delivery.

Adicionalmente, a empresa tem procurado parcerias com bancos, com o objetivo de colaborar com os demais integrantes da cadeia, sobretudo o pequeno varejo.

Para o CEO da Ambev, é importante pensar também no receio do consumidor, pois mesmo que a quarentena acabe, os clientes podem demorar a frequentar bares e restaurantes.

ABEV3: Retorno sobre Capital Investido (ROIC) das inovações

Segundo a analista, para cada novo produto lançado, a Ambev traça um plano individual, uma vez que cada um tem seu próprio ciclo de vida e necessidade de investimento.

Já a Beats GT, lançada durante o Carnaval, traz uma “explosão de incrementalidade”, por se tratar de um líquido completamente novo. Nesse sentido, cada produto tem seu ROIC e cumpre um papel em termos de adição ao portfólio.

Para mitigar o risco de ROICs menores devido ao aumento de complexidade, a Ambev foca na tecnologia como maneira de se aproximar do consumidor para ter inovações mais assertivas.

Por meio do Zé Delivery, por exemplo, a empresa consegue entender melhor os hábitos de consumo de cada cliente.

Outro exemplo é a plataforma digital B2B, que torna o processo de vendas muito mais eficiente.

Ao implementar essa solução, a Ambev descobriu que seu cliente costuma passar, em média, 30 minutos por semana se atualizando no aplicativo.

Sabendo disso, a Ambev consegue maximizar seu ponto de contato com os clientes.