Ambev (ABEV3): lucro cai 9,4% no 3TRI, para R$ 2,35 bilhões

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Ambev

A Ambev (ABEV3) reportou um lucro líquido de R$ 2,35 bilhões no terceiro trimestre de 2020. No mesmo período do ano passado o lucro foi de R$ 2,6 bilhões.

Já nos nove primeiros meses de 2020, a Companhia registrou lucro de R$ 4,84 milhões, contra um lucro de R$ 7,96 bilhões sobre igual período de 2019.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) somou R$ 5,07 bilhões no período, um aumento de 15% sobre um ano antes.

Tio Huli, EconoMirna, Natalia Dalat e outros tubarões dos Investimentos.

Não perca!

A margem Ebitda ajustado no trimestre representou 32,5% da receita bruta total, 4,4 pontos percentuais acima, na base anual.

No acumulado do ano, o Ebitda foi de R$ 12,65 bilhões com margem bruta e margem Ebitda atingindo 52,6% e 31,8%, respectivamente. .

O resultado financeiro líquido foi uma despesa de R$ 1,14 bilhões. No terceiro trimestre de 2019, o resultado foi uma despesa de R$ 305,8 bilhões.

Receita líquida avança 30,5%

A receita líquida da Companhia atingiu R$ 15,6 bilhões no trimestre, um incremento de 30,5% na comparação ano a ano.

Já no acumulado até setembro de 2020, a Ambev registrou uma receita líquida de R$ 39,82 bilhões, alta de 8,4% na comparação o mesmo período do ano anterior.

A Companhia informou que a receita líquida cresceu no Brasil (21,2%), na América Central e Caribe (1,9%), na América Latina Sul (15,1%) e no Canadá (6,4%).

“O impacto total da pandemia da covid-19 em nossos resultados futuros permanece incerto, mas nossas ações serão orientadas no sentido de manter o momentum da nossa recuperação em formato de “V” dos volumes e da receita”, afirmou a Companhia no balanço divulgado nesta quinta-feira (29).

Caixa e Endividamento

O fluxo de caixa das atividades operacionais foi de R$ 7,07 bilhões, alta de 99,3% na base anual.

No acumulado de 2020, o fluxo de caixa das atividades operacionais totalizou R$ 10,46 bilhões, alta de 19,6%.

A dívida consolidada em 30 setembro de 2020 era de R$ 6,85 bilhões contra R$ 3,062 bilhões ao final de 2019.

Já a dívida líquida da Ambev ao final do terceiro trimestre de 2020 era de R$ 15,56 bilhões.