Vale (VALE3) lidera altas do Ibovespa na sessão desta segunda

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Pixabay

As ações da Vale (VALE3) lideram as altas no Ibovespa nesta segunda-feira (22). Por volta das 14h10, os papéis da empresa subiam 7,36%.

A Alta vem um dia após a mineradora ser condenada a pagar R$ 100 milhões às famílias das vítimas da tragédia ambiental de Brumadinho, ocorrida em janeiro de 2019.

A Bradespar (BRAP4) é a segunda entre as maiores altas. Esta opera com variação positiva de 4,92%.

Logo após aparece Tim (TIMS3), que registra variação positiva de 3,26%.

Em seguida, surge Metalúrgica Gerdau (GGBR4) que cresce 3%.

Por fim, vem Usiminas (USIM5), que opera com elevação de 2,61%.

O Ibovespa opera com alta de 0,66% aos 103.756 pontos. Acompanhe aqui a cobertura dos mercados

Maiores quedas do Ibovespa

Entre as ações que mais caem na sessão está Locaweb (LWSA3), que cai 6,11%.

Após, vem JHSF (JHSF3), que cai 4,44%.

Depois, surge Totvs (TOTS3) que possui redução de 4,02%.

Em seguida, surge Grupo Natura (NTCO3), que recua 3,75%.

Por fim, vem Soma (SOMA3), que possui redução de 3,73%.

Mais destaques

A ação mais negociada do dia é da Vale (VALE3). Em seguida, surge Petrobras (PETR4), que possui elevação de 2,68%.

A Petrobras (PETR3; PETR4) divulgou que irá pagar dividendo de R$ 2,19 por ação no próximo dia 15 de dezembro. Além disso, a petroleira também pagará juros sobre o capital próprio (JCP), no valor de R$ 1,055 bruto por ação.

Já, com a terceira ação mais negociada, está Bradesco (BBDC4), que possui variação positiva de 0,73%.

Após esta, surge Magalu (MGLU3), que opera com retração de 1,83%.

Segundo reportagem do Estadão, a Magalu (MGLU3) vai entrar no mercado de games e financiar jogos brasileiros. A iniciativa aproxima a varejista brasileira de grandes nomes internacionais, como Amazon, Alibaba e Tencent.

E por fim, vem Itaú-Unibanco (ITUB4), que tem alta de 0,59%.