Alta generalizada nas bolsas com otimismo de acordo parcial

Guilherme Paulo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Shutterstock

Trump colaborou no Twitter, indicando que as conversas com a China estão boas e que o sentimento é melhor que no passado.

Mercado Europeu

Na Europa, os mercado encerraram em forte alta. O setor financeiro teve um dos melhores desempenhos e colaborou para puxar as bolsas para cima.

Os índices foram beneficiados pelas boas expectativas com as negociações entre EUA e China, o tuíte de Trump indicando que as conversas com a China estão “mais quentes” que no passado, e a possibilidade de um acordo para um Brexit, após a reunião entre os premiês britânico e irlandês. Com isso, a libra operava em alta de 2% próximo do fechamento da bolsa de Londres.

Um dado mais simples divulgado na Alemanha, os preços ao consumidor tiveram variação mensal de 0,00% em setembro, conforme esperado.

Alemanha | DAX [+2,86%]

Londres | FTSE 100 [+0,84%]

França | CAC 40 [+1,73%]

Zona do euro | Euro Stoxx 50 [+2,17%]

Itália | FTSE MIB [+1,88%]

EUR/USD [+0,37%] | € 1,1044

Bolsas Norte-americanas

No meio da tarde, foi noticiado pela Bloomberg que os EUA e a China chegaram a um acordo parcial. Com isso, o bom humor que já era predominante ganhou mais um fator para motivar. Pouco antes, o pentágono anunciou que enviou 2 mil soldados, caças e misses à Arábia Saudita, em um movimento que visa combater as hostilidades iranianas na região. Entretanto, as tensões no Oriente Médio não impactam nas bolsas.

Também no sentido das tensões no Oriente Médio, o secretário do Tesouro Americano, informou a pouco que o Departamento do Tesouro recebeu “autoridade para sanções significativas a qualquer pessoa associada ao governo da Turquia.

Ainda durante a manhã, Trump e um editor do Global Times levantaram as expectativas do mercado no Twitter, ambos indicaram que as negociações estavam indo bem, inclusive melhores do que as expectativas. Trump complementou que ele mesmo assinaria acordo quando estiver completamente negociado, para o bem do país.

O possível acordo acertado nesta tarde intermediaria uma trégua entre EUA e China, e estabeleceria bases para acordo mais amplo a ser assinado ainda este ano. A China concordaria com concessões agrícolas e EUA dariam alívio tarifário. O pacto seria provisório e pode mudar com encontro entre Trump – Liu ainda hoje, ás 15:45.

Hoje um dado de menor impacto foi divulgado, os preços das importações nos EUA avançaram 0,2% em setembro, superando o consenso de estabilidade.

Dow Jones 30 [+1,70%] | 26.946 pontos

S&P 500 [+1,73%] | 2.989 pontos

Nasdaq [+1,94%] | 8.104 pontos

VIX [-10,68%]

Commodities

As commodities, com exceção do ouro, tem forte valorização, puxadas pela expectativa de que o acordo comercial pode sair, e com ele a chance de aumento de demanda.

O minério de ferro fechou em alta de 1,86% na bolsa de Dalian, cotado a US$ 92,67/tonelada, seguindo o otimismo das asiáticas com acordo na trade war.

A referência britânica, o Brent para novembro encerrou em alta de 2,39%, a US$ 60,51. A referência norte-americana, o WTI para novembro, fechou em alta de 2,15%, a US$ 54,70.

O ouro encerrou em queda, com o maior apetite ao risco dos investidores, que tem boas expectativas sobre as negociações comerciais. O metal encerrou em baixa 0,81%, a US$ 1.488,70 a onça-troy.

A bolsa brasileira

Um dado divulgado nesta manha, mostrou que o volume do setor de serviços no Brasil teve variação anual de -1,40% em agosto, segundo IBGE. No mês de agosto, a variação foi de -0,20%.

O Ibovespa opera com 103.676 pontos, em alta de 1,83%, após mínima de 101.818 pontos e máxima de 104.380 pontos. O índice acompanha o exterior em forte alta.

O dólar futuro opera em baixa de 0,35%, cotado a R$ 4,101. Na máxima, a moeda atingiu R$ 4,132 e na mínima R$ 4,089. Hoje o real segue as moedas emergentes, que se valorizam frente a moeda norte-americana

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Acompanhe o mercado financeiro em tempo integral: https://telegram.me/wisirv

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.