Alphabet (GOGL34), dona da Google, tem lucro líquido de US$ 18,9 bi no 3TRI

Victor Meira
Com formação em Ciências Sociais e Jornalismo, experiência em redação nas editorias de esportes, empregos, concursos, economia e política.

Crédito: Wikicommons

A Alphabet (GOGL34), dona do Google, registrou um lucro líquido de US$ 18,9 bilhões no 3º trimestre de 2021. Neste mesmo período, a companhia reportou uma receita de US$ 65,12 bilhões. Os resultados informados pelo Google ficaram acima das estimativas dos analistas de Wall Street.

A receita de publicidade do Google aumentou 43%, para US$ 53,13 bilhões, sendo que no mesmo período do ano passado foram divulgados US$ 37,1 bilhões. Além disso, a receita ficou um pouco acima da registrada no ano passado. 

Os anúncios do YouTube aumentaram para US$ 7,21 bilhões, sendo que em 2020 foram US$ 5,04 bilhões.

O relatório ainda indica que o Google está se adaptando bem com as mudanças de privacidade feitas pela Apple no iOS 14, no início de 2021. As alterações feitas pela marca da maçã permitem que os consumidores optem por não receber anúncios direcionados em aplicativos. Algumas empresas tech, como o Facebook e Snap, sofreram a interrupção do serviço durante algumas semanas.

Como o Google tem o seu próprio sistema operacional, o Android, ele sofreu menos com as mudanças da Apple.

A receita no Google Cloud subiu 45% e atingiu o valor de US$ 4,99 bilhões. Já o prejuízo operacional diminuiu de US$ 1,21 bilhão para US$ 644 milhões. 

Já a receita no segmento de inovações, que inclui a empresa de carros autônomos Waymo, aumentou de US$ 178 milhões para US$ 182 milhões. Também houve um aumento das perdas de US$ 1,1 bilhão em 2020 para US$ 1,29 bilhão neste ano.

As ações da Alphabet subiram 58% em 2021, mais do que o dobro dos ganhos no S&P 500. Visto que os investidores apostam na capacidade da empresa de retomar negócios com a reabertura da economia e de resistir a possíveis mudanças regulatórias.