Alphabet, dona do Google, atinge US$ 1 tri em valor de mercado

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Pixabay

Um trilhão de dólares. A marca mágica de valor de mercado foi atingida pela quarta empresa na história. A Alphabet, dona do Google, atingiu a marca nessa quinta-feira (16), fazendo companhia a Apple, Microsoft e Amazon, empresas que já ultrapassaram tal valor.

A Alphabet é dona de empresas e marcas associadas ao Google, como Calico (de biotecnologia) Google Capital (fundo de capital de risco), DeepMind, Google Fiber (fibra ótica), GV (a antiga Google Ventures, fornecedora de capital para pequenas empresas de tecnologia), Jigsaw (incubadora de tecnologia), Nest Labs (automação residencial), Sidewalk Labs (inovações urbanas), Verily Life Sciences (pesquisa de ciências da vida), Vevo (conteúdo para vídeos, utilizando-se do YouTube, também do Google, para isso) Waymo (tecnologia para carros autônomos) e a X (empresa livre para pensar avanços tecnológicos).

Já a marca Google tem sob seu guarda-chuva produtos de maior utilização na Internet em todo o mundo: Google Search, Google Books, Google News, Google Translate, AdSense, AdWords, Google Apps, Blogger, GMail, Google+, YouTube, Google Maps, Google Analytics, Android (maior sistema operacional para celulares), Google Chrome OS (também embarcado em celulares com Android), Google Chrome (maior navegador para computadores pessoais e dispositivos móveis), Google Earth, Picasa, entre outros.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

As ações da companhia subiram 0,8%, fazendo com que a Alphabet chegasse ao trilhão de dólares.

Outras trilionárias

A primeira a atingir o valor de mercado de US$ 1 trilhão foi a Apple, em 2018, mesmo ano em que a Amazon conseguiu o feito. A Microsoft foi a terceira, chegando ao valor em abril de 2019.

Hoje, entretanto, a Amazon saiu do grupo, valendo “apenas” US$ 924,5. bilhões. A Apple vale US$ 1,43 trilhões; a Microsoft, US$ 1,21 trilhões; e a Alphabet, US$ 1 trilhão.

Os ganhos mostram a dominância das empresas de tecnologia no mercado acionário. As cinco maiores empresas do índice S&P 500 (Standard & Poor’s 500, índice composto por quinhentos ativos cotados nas bolsas de NYSE ou NASDAQ), Amazon, Microsoft, Alphabet, Apple e Facebook, respondem por 19% do peso do índice, uma alta de 7 pontos em relação ao que se correspondia cinco anos atrás.

Delas, só o Facebook não atingiu o US$ 1 trilhão. A rede social, aliás, está bem longe disso, com US$ 221,7 bilhões de valor.

A Alphabet foi oficialmente criada em 2015, pelos cofundadores do Google, Larry Page e Sergey Brin. A empresa surgiu quando o Google decidiu separar seu negócio principal, o de buscas e venda de publicidade, de outras iniciativas, como carros autônomos, produtos para casa conectada, o Picasa e até o YouTube.