Alliansce Sonae (ALSO3) e Vale (VALE3) facilitam pagamentos; BTP renegocia contratos

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Pixabay

Conforme divulgado pelo Valor Econômico, a Aliansce Sonae (ALSO3) vai injetar R$ 300 milhões em medidas de prevenção à Covid-19, além de suporte financeiro ao varejo, isenções e parcelamentos a lojistas. Iniciativas de apoio às comunidades e ao sistema de saúde também estão na pauta. A companhia declarou ainda que vai reduzir em 20% o valor do condomínio de março para os lojistas da rede.

Já a Vale (VALE3) antecipou R$ 521 milhões em pagamentos aos pequenos e médios fornecedores. Para o final de abril, a companhia pretende colocar mais R$ 411 milhões na economia, em antecipações de pagamentos. Com a medida, a Vale calcula que 3 mil fornecedores serão beneficiados. As informações são do Valor.

Na mesma linha de ação das demais companhias, a Brasil Terminal Portuário (BTP) cancelou a alteração na tabela de preços, inicialmente prevista para entrar em vigor em abril. Além disso, a companhia declarou que tem renegociado pagamentos com clientes e armadores. As informações são do Valor Econômico.