Aliansce Sonae (ALSO3) reverte prejuízo em lucro de R$ 24,1 mi no 3TRI

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução / Shopping da Bahia

A Aliansce Sonae (ALSO3) registrou lucro líquido de R$ 24,1 milhões no terceiro trimestre de 2020, revertendo o prejuízo de R$ 104,2 milhões do mesmo período do ano passado.

O resultado financeiro foi uma despesa de R$ 24,4 milhões, uma queda de 46,1% na comparação anual.

O NOI (Ebitda para investimentos imobiliários) atingiu R$ 129,9 milhões no terceiro trimestre, queda de 34,3% na comparação anual.

Conheça a FinTwit, o maior fórum de finanças do mundo.

Hoje o Twitter é pauta na Money Week.

Já margem NOI ficou em 80,1%, baixa de 10,1 pontos percentuais em relação ao terceiro trimestre de 2019.

Enquanto isso, o fluxo de caixa proveniente das operações (FFO, na sigla em inglês) ajustado caiu 49% no terceiro trimestre, totalizando R$ 53,1 milhões. A margem FFO ajustado foi de 37,1%, baixa de 9,6 p.p.

O indicador foi impactado pelo fechamento temporário dos shoppings e medidas de suporte aos lojistas adotadas pela companhia.

Ebitda

O lucro antes de juro, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 108,4 milhões no terceiro trimestre de 2020, uma diminuição de 35,5% em relação ao terceiro trimestre do ano passado.

A margem Ebtida atingiu 64,4% no terceiro trimestre de 2020, baixa de 9,6 pontos percentuais na comparação anual.

Receita

A receita líquida atingiu R$ 168,4 milhões no período, um recuo de 25,8% em relação ao mesmo período de 2019.

Conforme a Aliansce Sonae, o resultado foi impactado, principalmente, pelo reconhecimento dos descontos concedidos sobre o aluguel mínimo– de acordo com o desempenho de cada shopping, levando em consideração as restrições de horário e patamares de vendas.

A Companhia optou por provisionar integralmente os descontos oferecidos aos lojistas no trimestre, independentemente das cobranças adicionais que podem ser feitas àqueles que não cumpriram todos requisitos para se beneficiarem integralmente da política de descontos

Investimentos

A empresa investiu R$ 15,4 milhões no terceiro trimestre de 2020.

Os aportes foram destinados para manutenção e revitalização de seus shoppings; expansão e à elaboração dos projetos executivos para futuras expansões de alguns shoppings da companhia; no projeto de implantação do novo ERP da companhia e outros sistemas de apoio operacional; e desenvolvimento do novo marketplace do Parque D. Pedro Shopping.

Endividamento da Aliansce Sonae

A dívida líquida encerrou o terceiro trimestre em R$ 733 milhões.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebtida ajustado, ficou em 1,3 vez no final do trimestre. No trimestre anterior, a alavancagem financeira era de 1,1 vez.

Confira os principais destaques do balanço:

Se você quer saber mais sobre o mercado de ações e como investir, preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato.