Alerta: fraudes envolvendo cartões de crédito dispara com a chegada do fim do ano

Késia Rodrigues
Colaboradora Independente do Portal EuQueroInvestir e leitora assídua de conteúdos sobre economia e política. Apaixonada por tecnologia, investimentos e viagens.

Crédito: Reprodução

Entre os crimes cibernéticos mais comuns no Brasil, atualmente, estão os golpes envolvendo cartões de crédito. Estima-se que nos oito primeiros meses de 2018, quase um milhão de tentativas de golpes envolvendo cartões de crédito contra empresas de comércio eletrônico foram identificadas por empresas de tecnologia. Com a chegada do fim do ano e de datas importantes para o comércio eletrônico brasileiro, a preocupação com essas fraudes torna-se ainda maior.

Entre outubro e dezembro, três eventos são considerados muito importantes pelas autoridades em segurança virtual, são eles: o dia das crianças, a black Friday e o Natal. Períodos em que o volume de vendas aumenta significativamente.

De acordo com os responsáveis por aplicativos de segurança, os ataques de cybercriminosos, que usam páginas falsas para conseguir dados de cartões de crédito vêm crescendo bastante nos últimos tempos. Uma das empresas que atua no mercado de segurança afirma que, somente em 2018, mais de 900 mil tentativas de ataques contra seus usuários foram bloqueadas, além de quase seis milhões de tentativas de ataques a bancos.

Normalmente, esses ataques acontecem quando o usuário clica em um link que o direciona para uma página falsa, seja ela de uma empresa de comércio eletrônico ou de um banco. Nessa página, quando o cliente digita seus dados pessoais, esses são direcionados para um banco de dados dos criminosos, que armazenam essas informações para cometer fraudes. Assim, não é difícil encontrar em fóruns da Internet, listas com dados pessoais de milhares de pessoas incluindo nome, CPF e e-mail, por exemplo.

[box type=”note” align=”” class=”” width=””]Muitas vezes, é difícil identificar um site falso de um verdadeiro, pois os criminosos virtuais estão se aprimorando cada vez mais para conseguir enganar um maior número de pessoas. Além disso, costumam utilizar as redes sociais e aplicativos de mensagens para formular promoções falsas que circulam rapidamente. Quem nunca recebeu aquela mensagem com uma promoção imperdível e, logo abaixo, um link para ter acesso ao desconto? Essa é apenas uma das estratégias utilizadas por esses cybercriminosos.[/box]

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Despreparo das empresas

Para aqueles que estudam o assunto é compreensível que usuários com menor experiência no consumo via Internet caiam nesse tipo de golpe com mais frequência. Entretanto, pode-se dizer que há também um certo despreparo por parte das empresas de comércio eletrônico, pois algumas acabam não tendo o devido cuidado com as informações pessoais de seus clientes.

Isso pode ser visto claramente pela quantidade de notícias que circularam nos últimos meses, relacionadas ao vazamento de dados de compradores de grandes lojas virtuais.

Especialistas afirmam que as empresas ainda não estão preparadas para garantir totalmente a segurança e a confidencialidade dos dados de seus clientes, pois até mesmo grandes lojas do seguimento varejista ainda não contam com uma estrutura de segurança dedicada a conter possíveis ataques e vazamentos. Para eles, as empresas devem investir em sistemas de inteligência para prevenir possíveis fraudes.

Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (ABECS), o setor de meios eletrônicos de pagamento do Brasil é um dos mais avançados do planeta, principalmente no quesito de segurança. Para os responsáveis por essa associação, as empresas investem constantemente em infraestrutura e, também, no treinamento de seus colaboradores, sempre seguindo padrões internacionais de segurança.

A organização também afirma que os e-commerces brasileiros adotam as tecnologias de inteligência artificial que monitoram o comportamento dos compradores e o uso de cartões de crédito. Assim, podem detectar possíveis fraudes. Há também sistemas que checam a autenticidade de transações feitas em meio eletrônico diretamente com o titular do cartão.

Além disso, a ABECS possui um comitê fixo, composto por representantes das empresas que atuam em todos os seguimentos relacionados ao mercado de cartões. Esse comitê dedica-se a discutir boas práticas e também a implantação de padrões, métodos e processos que possam garantir mais segurança ao sistema e aos usuários.

Dicas para não cair em golpes na internet

Como dizem os mais sábios: “prevenir é o melhor remédio”. Então, para evitar a dor de cabeça de ter o seu cartão utilizado por criminosos para a realização de compras indevidas, o ideal é tomar alguns cuidados simples ao realizar compras on-line:

[tie_list type=”checklist”]

  • Utilize o seu cartão de crédito somente em lojas virtuais com boa reputação no mercado. Para isso, vale consultar sites como o Reclame Aqui e o Ebit. Outra atitude muito importante é verificar se o site em que se está comprando é dotado dos mecanismos de criptografia, que garantem a segurança das transações. Para isso, verifique se em seu navegador há um símbolo de um cadeado antes do link da loja virtual e se o link começa com “https://”.
  • Não utilize computadores ou dispositivos móveis de terceiros para realizar compras em lojas virtuais. De preferência, utilize o seu computador pessoal, smartphone ou tablet para fazer essas transações. Além disso, é importante que o seu dispositivo conte com sistemas de segurança como um antivírus, pois assim há menos chances de que esteja infectado com um software malicioso que captura dados do usuário.
  • Desconfie de sites que oferecem ofertas mirabolantes ou fora da realidade. É preciso ter cuidado com lojas que oferecem produtos a um preço muito abaixo do que é praticado no mercado, pois isso pode ser uma tentativa de golpe. Muitas vezes, o cliente que compra nessas lojas não recebe o produto e não consegue estornar a compra feita no cartão. Além disso, também é importante desconfiar de lojas que pedem os dados do cartão de crédito logo no cadastro e não em uma página específica de pagamentos.
  • Utilize o sistema de monitoramento do cartão via torpedo SMS, e-mail ou aplicativo. Muitos bancos e operadoras de cartão de crédito disponibilizam esse serviço a seus clientes. A maior vantagem é que, sempre que o cartão for utilizado em uma compra, caso essa não seja reconhecida, você será alertado e poderá tomar providências antes que o prejuízo seja maior.
  • Sempre que possível utilize um cartão virtual. A maioria dos bancos e empresas de cartões de crédito oferecem essa facilidade aos seus clientes. Trata-se de um cartão de crédito gerado pelo sistema para ser utilizado em apenas uma compra na internet. A numeração desse cartão virtual é diferente da do cartão físico fornecido pela instituição, bem como o código de segurança. Isso garante que você não tenha que se preocupar em caso de vazamento de dados por parte da loja virtual.

[/tie_list]

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.