Airbus interrompe produção na França e Espanha nos próximos 4 dias

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

A Airbus informou nesta terça-feira a paralisação da produção na França e na Espanha pelos próximos 4 dias, devido a evolução da pandemia de coronavírus em todo o globo.

Em nota, a companhia disse que essa medida possibilitará tempo suficiente para adotar condições rigorosas de saúde e segurança em termos de higiene, limpeza e auto-distanciamento, enquanto melhora a eficiência das operações sob as novas condições. Além disso, nesses países, a Airbus também continuará a maximizar o trabalho de casa.

Essa decisão será implementada localmente em conjunto com parceiros sociais. Além do trabalho em parceria com seus clientes e fornecedores para reduzir o impacto dessa medida em suas atividades.

Guia definitivo sobre Renda Variável  e os Melhores Investimentos para 2021

A empresa disse também que está seguindo recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e de autoridades da saúde.

O coronavírus afetou negativamente o setor de aviação como um todo, provocando a restrição de viagens a locais com extensos surtos, incluindo China, Coréia do Sul e Itália.

Boeing

A companhia americana emitiu orientações ontem (16) atualizadas direcionando todos os funcionários que são capazes de realizar seu trabalho de casa de maneira eficaz a se comunicarem com telecomunicações até novo aviso.

No comunicado, a companhia informou que a produção continua neste momento, e que aprimorou os procedimentos de limpeza em espaços de trabalho, áreas comuns e superfícies com alto toque.

Segundo a Boeing, a indústria aeroespacial norte-americana está enfrentando um desafio urgente resultante da pandemia de coronavírus. As perspectivas de longo prazo para o setor ainda são fortes, mas até o tráfego global de passageiros voltar aos níveis normais, a empresa está adotando medidas para gerenciar a pressão sobre os negócios. “Estamos aproveitando todos os nossos recursos para sustentar nossas operações”.

A companhia americana reforça a importância de acesso rápido à liquidez pública e privada, como sendo uma das principais formas para as companhias aéreas, aeroportos, fornecedores e fabricantes alcançarem a recuperação.