AGU pede que Fux adie julgamento sobre tabelamento do frete

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Wikimedia

Conforme divulgado pelo jornal Estadão, na última quarta-feira, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, recebeu pedido da Advocacia-Geral da União (AGU) para adiar o julgamento de três ações que se opõem ao tabelamento do frete. 

Para o advogado-geral da União, André Mendonça, é importante tentar todas as vias de conciliação entre o governo, caminhoneiros e empresários. Nesse sentido a AGU sugeriu a realização de nova audiência com os envolvidos.

Inicialmente, a análise do caso está prevista para acontecer na próxima quarta-feira, 19, no plenário do STF.

Fux é o ministro relator de três ações que confrontam a medida provisória sobre o tabelamento do frete, anunciado no governo de Michel Temer durante à greve dos caminhoneiros. 

O ministro já determinou a suspensão dos processos judiciais que discutem a matéria, no país todo.