Agronegócio: exportações avançam e chegam a R$ 9,2 bi apesar da crise

Marcello Sigwalt
null

Crédito: Revista Globo Rural

Imunes à crise provocada pelo do novo coronavírus (Covid-19), as exportações do agronegócio nacional apresentaram um bom resultado, diz o ministério da Agricultura.

Vendas deslancham

As vendas externas contabilizaram, em março passado, R$ 9,29 bilhões,  o que corresponde a um aumento de 13,3% em relação a igual mês de 2019, cuja receita não passou de US$ 8,2 bilhões.

O resultado é um crescimento, em valores absolutos, de US$ 1,09 bilhão no último mês.

Em quantidade exportada, o desempenho, nesse período, também foi favorável em 18,8%.

Índice cai

De acordo com a Balança Comercial do Agronegócio – elaborada pela Secretaria de Comércio e Relações Internacionais (SCRI) do ministério –, o índice de preço dos produtos exportados teve queda de 4,7%, também em março deste ano.

Trio de commodities

O avanço das exportações do setor foi alavancado por três produtos: a soja em grão (US$ 3,98 bilhões), o açúcar (US$ 441 milhões) e a carne bovina in natura (US$ 555 milhões).

China mais presente

Também neste mesmo período, cresceu a participação chinesa nas exportações agropecuárias brasileiras, de 34,2%, em março do ano passado, para 41%, em igual mês de 2020, com destaque para a venda, para o país asiático, sobretudo de soja e carne in natura.

O  gigante asiático foi o destino, igualmente em março deste ano, de 8,8 milhões de toneladas (receita de US$ 3,02 bilhões) de soja em grão, contra 5,9 milhões de toneladas (receita de US$ 2,10 bilhões) do mesmo produto, no mesmo mês de 2019.

Destaque individual

Individualmente, o maior destaque ficou com as aquisições de carnes, com vendas, também para os chineses, de US$ 451,45 milhões, ou uma expansão de 101,1% – terça parte do montante exportado pelo país. Em março de 2019, as vendas neste item não passaram de US$ 224,52 milhões.

Importações aumentam

A exemplo das exportações, as importações também cresceram, chegando a US$ 1,28 bilhão em março passado, o que corresponde a uma alta de 12,3%  em relação a igual período de 2019.

Balança positiva

Com esse resultado, a balança comercial do agronegócio brasileiro (que participou com 48,3% das exportações totais do país) teve saldo positivo de US$ 8 bilhões em março de 2020.