EUA: prévia do payroll, ADP vem melhor que projeção, com 568 mil vagas

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Flickr

pesquisa ADP apontou a criação de 568 mil novas vagas no setor privado dos EUA em setembro, acima da expectativa de 428 mil e acima dos 340 mil novos postos de trabalho de agosto.

pesquisa ADP

A ADP é considerada uma prévia do payroll, que sai na sexta (8) e, se vier acima da projeção, pode confirmar a tese de que o tapering (retirada de estímulos da economia) deve mesmo ser anunciado mês que vem, com redução na liquidez dos mercados.

O Relatório Nacional de Emprego da ADP é produzido pelo ADP Research Institute em colaboração com a Moody’s Analytics.

ADP: lazer e hospitalidade puxam alta

Segundo Nela Richardson, economista-chefe da ADP , a recuperação do mercado de trabalho continua avançando, apesar de uma desaceleração no ritmo no segundo trimestre. “Lazer e hospitalidade continuam sendo os maiores beneficiários da recuperação, mas as contratações ainda são fortemente impactadas pelatrajetória da pandemia, especialmente para as pequenas empresas. Os atuais gargalos na contratação devem desaparecer à medida em que as condições de saúde continuam a melhorar”, ela afirma.

As grandes empresas (com mais de 500 empregados) foram as que mais contrataram em setembro: 390 mil vagas. Depois vêm as médias empresas (de 50 a 499 empregados), com 115 mil vagas. Por fim, as pequenas (com até 49 empregados), com 63 mil postos. O setor de serviços responde por 466 mil dos postos e a indústria, por 102 mil.