Acordo entre China e EUA faz preço do petróleo abrir em alta

Fernando Augusto Lopes
null

Foto: Imagem- (Reprodução - BBC)

O preço do petróleo subiu nesta quinta-feira (16), mesmo que timidamente, depois que os Estados Unidos e China assinaram a aguardada Fase 1 do acordo comercial. O tipo Brent subiu 15 centavos de dólar, ou 0,2%, sendo negociado a US$ 64,15 o barril. O WTI permaneceu inalterado, em US$ 57,82. A variação tende a puxar o Brent para cima e o WTI entre estável e para baixo.

O petróleo havia registrado uma leve queda nesta quarta-feira (15), pressionado por um grande aumento nos estoques de produtos derivados nos Estados Unidos. O acordo agora assinado provocou a recuperação de parte das perdas.

A Fase 1 do acordo deu um alívio aos mercados. Reconheceu-se uma trégua nessa guerra comercial entre as duas maiores economias do mundo. Com a assinatura, a China se comprometeu, durante um período de dois anos, a aumentar sua compra de petróleo dos EUA, gás natural liquefeito e outros produtos energéticos em mais de US$ 50 bilhões.

Serão US$ 18,5 bilhões a mais em produtos de energia no primeiro ano, e US$ 33,9 bilhões a mais no segundo ano. Analistas disseram, porém, que o país asiático pode ter dificuldades para atingir a meta e que os ganhos em petróleo provavelmente serão limitados.

Alívio por ora

O que os analistas entendem é que a Fase 1 tem um efeito paliativo. Segundo disse Tamas Berga, da corretora de petróleo PVM, à CNBC, “o acordo provisório é suficiente por enquanto, mas podemos ter certeza de que, à medida que as negociações sobre a Fase 2 comecem, veremos mais mudanças. Tomando emprestado as palavras de Ferdinand Foch, comandante supremo aliado durante a Primeira Guerra Mundial: ‘Isso não é paz. É um armistício por alguns meses'”.

Preços estáveis

A Agência Internacional de Energia (AIE), em uma nota tranquilizadora ao mercado, disse que o aumento da produção de petróleo de países fora da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), juntamente com abundantes estoques globais, ajudará o mercado a enfrentar choques políticos, como o impasse EUA-Irã.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

A AIE também disse que espera que a produção supere a demanda de petróleo, mesmo que os membros da OPEP cumpram totalmente um pacto com a Rússia e outros aliados fora da OPEP para conter a produção. Isso estabilizaria os preços do barril.

Acredita-se que desde que as tensões no Oriente Médio não se intensifiquem e causem interrupções na produção, o tipo Brent deve cair para uma faixa de negociação entre 60 e 65 dólares por barril. Hoje opera nesse limite.

Dados oficiais dos EUA mostram uma queda muito maior do que o esperado nos estoques de petróleo, que caíram 2,5 milhões de barris, em comparação com as expectativas dos analistas de uma queda de 500.000 barris.

A Agência Internacional de Energia (AIE) apontou, em seu relatório mensal sobre petróleo divulgado nesta quinta-feira (16), que as ameaças ao abastecimento mundial retrocederam, apesar das tensões geopolíticas: “não podemos saber como evoluirá a situação geopolítica com o tempo, mas, por enquanto, o risco de uma grande ameaça para o fornecimento de petróleo parece ter retrocedido”.

Sua carteira de investimentos está preparada para aproveitar a retomada de crescimento do Brasil? Essa pode ser a oportunidade da sua vida!

Deixe seus dados abaixo e nossa equipe entrará em contato para lhe ajudar.

Ou se preferir, ligue direto para 4007-2374.