Quem investiu nestas ações em janeiro está no lucro: veja quais

Giovanna Castro
Jornalista formada pela UNESP.
1

Crédito: O comportamento das ações em 2020 foi atípico por conta da pandemia do corona vírus

O mercado de capitais em 2020 exigiu sangue frio dos investidores até aqui. Depois do tombo de março, alguns ativos já demonstraram recuperação, mas nem todos chegaram ao nível pré-pandemia.

Alguns setores sofreram mais, como o de fundos imobiliários e o de turismo, afetados diretamente pelo lockdown. Mas quem se deu bem até aqui?

setor de e-commerce, que experimentou um boom com o aumento das vendas online, é um dos destaques. Não à toa, a Magazine Luiza (MGLU3) aparece em segundo lugar entre as ações do Ibovespa que mais se valorizaram no ano até agora. Em seguida, vem outra empresa de comércio eletrônico, a Via Varejo (VVAR3).

Juliano Custódio. Henrique Bredda. Luiz Barsi. Gustavo Cerbasi.

Estamos Ao Vivo!

A alta, segundo a economista Paloma Brum, da Toto Investimentos, se justifica porque essas eram as mais preparadas para atuar no mundo digital e acabaram recebendo o fluxo de venda de outros varejistas que não tinham uma estrutura online tão boa.

Ativos do setor de saúde, como a RaiaDrogasil (RADL3), a Hapvida (HAPV3) e a Intermédica (GNDI3), também se encontram na lista. A preocupação com a saúde e o bem estar se tornou uma tendência durante a pandemia. Além disso, a Hapvida e a Intermédica fizeram algumas aquisições importantes no ano.

Confira as ações com maior alta até o outubro

Ações que mais se valorizaram em 2020 -Fonte: Toro Investimentos

Ações que mais se valorizaram em 2020 -Fonte: Toro Investimentos

A WEG (WEGE3 ) fabricante de motores e fornecedora de sistemas elétricos industriais, corresponde à maior alta percentual entre as ações do Ibovespa no acumulado de 2020 até outubro.

“A companhia apresenta uma gestão operacional robusta, com entrega de lucros consistentes. A boa diversificação da empresa, com plantas em outros continentes também é um diferencial, uma vez que possibilita absorver ganhos de eficiência produtiva e logística decorrentes de se integrar a cadeias globais de produção”, comentou Paloma Brum sobre esse resultado.

Além disso, as vendas no exterior correspondem a quase metade da receita da Companhia. Com isso, ela tem também se beneficiado da alta do dólar em 2020.

Destaque para o e-commerce

As ações do Magazine Luiza (MGLU3)  subiram quase 107% até outubro. A empresa já entrou na pandemia com uma operação online robusta e conseguiu aprimorá-la durante a crise. “Além disso, Magazine Luiza seguiu apresentando bons indicadores  de rentabilidade no segundo trimestre. Teve aumento do GMV e do número de usuários ativos na base do seu canal digital. Também evoluiu a sua infraestrutura logística, melhorando suas entregas, inclusive com prazo máximo de 24 horas”, apontou Paloma.

Já as ações de Via Varejo avançaram quase 54%, ficando logo atrás da Magalu. A controladora da Casas Bahia e Ponto Frio tem avançado na sua estratégia online após uma reestruturação. Houve um aumento expressivo da participação desse segmento nas receitas da companhia (27% do GMV no 1T20), com crescimento de 280% de vendas online no segundo trimestre em relação ao ano passado.

A Via Varejo também tem ampliado as suas operações de marketplace, que conseguem captar valor de pequenos e médios varejistas. Ao mesmo tempo, seu mix de produtos deve evoluir e puxar a empresa ainda mais para cima. “Hoje, ele ainda é menor do que o mix dos concorrentes, o que mostra espaço para crescer nessa frente importante para os negócios deste setor”, explicou a especialista da Toro.

CSNA3 e MRFG3 foram favorecidas pelo câmbio

As ações da Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3) subiram cerca de 46% nos 10 primeiros meses de 2020. Foi a quarta maior alta do Ibovespa no período. Entre os fatores que impulsionaram a empresa está o câmbio, que tem favorecido grande parte das receitas das companhias exportadoras.

Além disso, a demanda chinesa aquecida por minério de ferro tem puxado a produção de aço, levando, no âmbito global, uma forte recuperação de margens da siderurgia.

“Mesmo diante da pandemia, a demanda por minério de ferro aumentou, proporcionando elevação dos preços de referência. Os estoques de minério nos portos e usinas permaneceram em níveis baixos em função da oferta apertada. Isso garantiu preços altos no período”, explicou Paloma Brum.

Como a CSN Mineração é a 6ª maior exportadora de minério de ferro no mundo, a companhia conseguiu tirar vantagem dos grandes volumes exportados. Embora as vendas de minério tenham caído 8% no terceiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2019, já subiram 22% em relação ao anterior.

Ao mesmo tempo, as ações da Marfrig subiram 38%, quinta maior alta do Ibovespa. Além de também se beneficiar da alta do dólar por ser uma exportadora, também houve aumento da demanda pela exportação brasileira de carnes.

A Marfrig registrou lucro líquido de R$1,59 bilhão no segundo trimestre, um aumento de 1.743% em relação ao mesmo período do ano anterior. Em destaque, as operações na América do Norte tiveram recorde de receita líquida, Ebitda e margem.

Setor de papel e celulose

Klabin (KLN11) e Suzano (SUZB3) corresponderam também puxaram o Ibovespa até outubro. Isso porque o setor de papel e celulose teve um desempenho bastante positivo devido à forte demanda global pelos seus produtos.

“A demanda por papéis sanitários (tissue) seguiu forte no período, mantendo o patamar de consumo no setor, embora as vendas de papéis para escrita e impressão continuem em queda. A redução de estoques de celulose na China também contribui para que os produtores tenham mais facilidade em aumentar preços”, comentou Paloma.

Somado a esse fator, a visão é de que os preços da commodity já atingiram o ponto de inflexão. Por isso, tendem a subir daqui em diante, o que pode beneficiar as companhias do setor. Especialmente a Suzano, devido à sua maior exposição à celulose.

De acordo com a economista, a demanda do mercado interno por embalagens e papel ondulado está bem sustentada. Principalmente no setor de alimentos, diante do aumento das compras por delivery. Sem contar, mais uma vez, o favorecimento em relação ao dólar alto na hora da exportação.

Dessa forma, a exposição ao setor se tornou bastante atrativa, justificando as altas expressivas. As units KLBN11 subiram mais de 29% e a SUZB3 teve alta de 26%.

TOTS3 e B3SA3 em nono e décimo lugar

As ações TOTS3 subiram mais de 26% nos 10 primeiros meses de 2020. No ranking, ela ficou em nono lugar. A Totvs é líder no mercado de sistemas de gestão empresarial.

“As soluções oferecidas pela companhia não deixam de ser utilizadas em períodos de crise e têm barreira de entrada forte, uma vez que mudar de provedor implica num custo alto para os clientes”, justificou Paloma.

Além disso, a companhia possui atuação diversificada entre diversos segmentos econômicos. Isso a protege diante de cenários de crise. Suas vendas também são compostas em sua maioria por clientes de maior porte, o que contribui positivamente para o ticket médio mensal.

Já a B3 (B3SA3), a bolsa de valores brasileira, se beneficiou do cenário de juros estruturalmente baixos.  Isso acabou atraindo um fluxo maior de investidores para a renda variável.

“O cenário de estresse nos ativos de risco, que gerou volatilidade intensa nos mercados e levou a um aumento expressivo do volume negociado nas plataformas da B3, também contemplou aumento do volume financeiro médio diário no segmento de ações. E também crescimento no volume médio diário de contratos negociados (no segmento de juros, moedas e mercadorias)”, considerou Paloma.

Pelo bom desempenho da B3 diante do atual cenário, as ações B3SA3 ficaram entre as mais procuradas pelos investidores. Consequentemente, houve alta dos seus preços na Bolsa.

E daqui para frente?

Segundo o assessor de investimentos da EQI Elias Wiggers, é importante ter em mente que o comportamento dos ativos em 2020 foi algo atípico.

“Não dá para avaliar determinado ativo ou setor nesse momento sem levar em conta os impactos da pandemia. Por exemplo, uma ação pode ter subido muito, mas em um contexto completamente irracional. Assim, fica difícil prever o comportamento das ações em 2021, se elas vão se manter em alta ou não. Tudo depende do cenário da pandemia e como ela afeta o cenário político e econômico”, explica o especialista.

  • Se você quer investir no mercado de renda variável preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos vai entrar em contato