Ibovespa amplia queda, alinhado com Nova York

Redação EuQueroInvestir
Colaborador do Torcedores
1

Foto: b3

O Ibovespa opera em queda de 2,58%, aos 112.689 pontos. Os mercados de Nova York fecham em queda nesta quinta-feira (25), depois de um dia de ganhos recordes para o Dow Jones, que fechou em 1,35% ontem (24).

A bolsa brasileira renovou mínima com riscos domésticos e quedas em Nova York.

A Petrobras agora opera em queda: ON (PETR3) cai 3,03% e PN (PETR4), -3,85%, por causa de incertezas para o futuro da petroleira.

Análises e Resumos do mercado financeiro com leituras de 5 minutos. Conheça a EQI HOJE

Depois da interferência na Petrobras (PETR3 PETR4), que derrubou a bolsa na segunda-feira (22), o presidente Jair Bolsonaro parece ter adotado um gesto simbólico de afago ao mercado: atravessar a Praça dos Três Poderes para entregar pessoalmente no Congresso projetos que vão na linha da agenda liberal.

Primeiro, na terça (23), ele entregou a medida provisória que trata da privatização da Eletrobras (ELET3 ELET6) – que, segundo o secretário de Desestatização, Diogo Mac Cord, deve sair até dezembro.

Ontem (24), foi a vez do projeto que define o marco regulatório do setor postal. Medida esta que possibilita, na prática, a privatização dos Correios e a transformação da empresa em uma sociedade de economia mista.

A bolsa brasileira parece reagir bem e, no mês, já opera no positivo, com alta de 0,52%. Mas a B3 vem se recuperando apoiada não apenas nisso, mas também na melhora do humor em Nova York e nos bons resultados corporativos.

A própria Petrobras reportou, ontem, aumento de 6,3 vezes no lucro do quarto trimestre, na comparação anual.

Hoje saem os balanços de Vale (VALE3), Ambev (ABEV3), BMG (BMGB4), BRF (BRFS3), Burger King (BKBR3), Ecorodovias (ECOR3), Fleury (FLRY3), Localiza (RENT3), Marcopolo (POMO4), Minerva (BEEF3) e Sequoia (SEQL3).

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), que ajusta o aluguel, subiu 2,53% em fevereiro, em linha com as projeções. A leitura de janeiro foi de 2,58%. Com o resultado de fevereiro, o indicador acumula alta de 5,17% no ano e de 28,94% em 12 meses.

O Índice de Confiança do Comércio, da Fundação Getulio Vargas (FGV), acomodou em fevereiro, ao variar 0,2 ponto, passando de 90,8 para 91 pontos. Com isto, interrompe uma sequência de quatro quedas consecutivas.

O dólar fechou em alta de R$ 5,5140 (avanço de 1,72%), após dois leilões de venda no mercado à vista.

Destaques no Exterior

Na quarta, um dia depois de se encontrar com o Comitê do Senado, o presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell discursou na Câmara. Ele reiterou o que havia dito no dia anterior. Disse que ainda há muita dificuldade no mercado de trabalho americano e um longo caminho para a recuperação econômica.

Falou ainda que pode levar até três anos para a inflação dos EUA atingir a meta do Fed. E isto ajudou a aliviar a curva de juros futuros – o, que, consequentemente, ajuda o mercado de ações, deixando os Treasures menos atrativos.

Hoje, o destaque é para a divulgação da segunda prévia do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA no quarto trimestre de 2020. O PIB aumentou a uma taxa anualizada de 4,1% no quarto trimestre de 2020. O resultado ficou um pouco abaixo da projeção de alta de 4,2%. Mas acima dos 4% da primeira leitura.

Os novos pedidos de seguro-desemprego dos Estados Unidos ficaram abaixo do esperado pelo mercado. Foram solicitados 730 mil benefícios, contra os 841 mil anteriores e os 838 mil pedidos esperados.

Veja as cotações às 17h:

Mercados Nova York

  • S&P: -2,28%
  • Nasdaq: -3,19%
  • Dow Jones: -1,62%

Mercados Europa

  • DAX, Alemanha: -0,69%
  • FTSE, Reino Unido: +0,11%
  • CAC, França: -0,24%
  • FTSE MIB, Itália: -0,15%
  • Stoxx 600: +0,58%

Mercados Ásia

  • Nikkei, Japão: +1,67%
  • Xangai, China: +0,59%
  • HSI, Hong Kong: +1,20%
  • ASX 200, Australia: +0,83%
  • Kospi, Coreia: +3,50%

Petróleo

  • Brent (abril 2021): US$ 66,86 (-0,28%)
  • WTI (março 2021): US$ 63,03 (-0,28%)

Ouro

  • Ouro futuro (abril 2021): US$ 1.775 (-1,23%)

Minério de ferro

  • Bolsa de Dalian: US$ 175,43 (+1,39%)