Ibovespa segue bolsas de NY e amplia alta

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

A bolsa de valores brasileira segue em alta na tarde desta terça-feira (24), acompanhando o mercado de Nova York.

As bolsas europeias também fecharam com valorização. O motivo é o otimismo com as boas notícias sobre o início da transição de governo nos Estados Unidos e os avanços das vacinas contra o coronavírus.

Perto das 17h, o Ibovespa operava em alta de 2,23%, aos 109.755,03 pontos.

Entenda o LPA? Um dos indicadores mais representativos em análises fundamentalistas

O destaque do dia é a divulgação do resultado do IPCA-15, que registrou alta de 0,81%, contra 0,94% em outubro.  Em 12 meses, o índice acumula alta de 4,12%, acima da meta do governo de 4%.

Participando de lives ontem (23), o ministro da Economia, Paulo Guedes deu “nota sete” de dez para a agenda de reformas do governo e reafirmou que, por ele, não haverá extensão do auxílio emergencial, apesar das sinalizações políticas contrárias. Para ele, 2021 será um ano melhor, já que as eleições municipais mostraram fortalecimento dos partidos de “centro-direita”, o que colabora para uma agenda da “economia de mercado”.

Exterior

Donald Trump foi ao Twitter afirmar que concorda com os procedimentos iniciais de transição do governo para o presidente eleito Joe Biden, depois que as recontagens de voto confirmaram a vitória.

“Nosso caso continua fortemente, nós vamos lutar a luta justa e acredito que vamos vencer. Mesmo assim, pelo interesse do nosso país, estou recomendando que Emily e o time dela façam o que tiver que ser feito com relação aos procedimentos iniciais, e disse ao meu time para fazer o mesmo”, postou Trump, referindo-se a Emily Murphy, chefe da Administração de Serviços Gerais, que enviou carta à equipe de Biden para ‘disponibilizar recursos e serviços’ relacionados ao processo.

Reprodução/Twitter

A transição tranquiliza quanto à instabilidade política nos EUA. A expectativa, agora, é por melhoras nas relações com o comércio global e avanços também nas relações com a China.

Paralelamente, o presidente eleito dos EUA escolheu a ex-presidente do Federal Reserve (Fed), banco central americano, Janet Yellen, para ser secretária do Tesouro. Se confirmada pelo Senado, ela será a primeira mulher a chefiar o departamento.

Avanço das vacinas

Nas bolsas, ambas as notícias repercutem bem e se somam ao otimismo com a liberação de vacinas contra o coronavírus, que garantiriam a retomada da vida normal.

As ações de tecnologia desaceleram ante as de empresas diretamente relacionadas ao avanço das vacinas. A AstraZeneca  se tornou a mais recente empresa a entregar notícias positivas sobre vacinas, estimulando a demanda por operadoras de cruzeiros e companhias aéreas.

A farmacêutica afirmou ontem (24) que uma análise interina de testes clínicos mostrou que sua vacina contra o coronavírus tem uma eficácia média de 70% na proteção contra o vírus. A vacina foi testada de duas formas. Em uma delas, a eficácia foi de 90%. Na outra, 62%. Os testes foram realizados na Inglaterra e no Brasil. Esta é a mesma vacina que será produzida em parceria com a Fiocruz, no Rio de Janeiro, assim que os trâmites para liberação forem realizados.

*Com Wisir Research

Veja as cotações às 14h15:

Mercados Nova York

  • S&P: +1,49%
  • Nasdaq: +0,99%
  • Dow Jones: +1,64%

Mercados Europa

  • DAX, Alemanha: +1,26%
  • FTSE, Reino Unido: +1,55%
  • CAC, França: +1,21%
  • FTSE MIB, Itália: +2,04%
  • Stoxx 600: +0,91%

Mercados Ásia

  • Nikkei, Japão: +2,50%
  • Xangai, China: -0,34%
  • HSI, Hong Kong: +0,30%
  • ASX 200, Austrália: +1,26%
  • Kospi, Coreia: +0,58%

Petróleo

  • Brent (fevereiro 2021): US$ 47,81 (+3,80%)
  • WTI (janeiro 2021): US$ 45,00 (+4,51%)

Ouro

  • Ouro futuro (dezembro 2020): US$ 1.801,30 a onça-troy (-1,98%)