Ibovespa abre em queda; NY avança com balanços positivos

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Flickr

O Ibovespa abre em queda de 0,04%, aos 126.092 pontos.

Puxado pela alta de 4,79% da energia elétrica, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), prévia da inflação oficial, ficou em 0,72% em julho.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

O mercado projetava resultado inferior, de 0,64%. Ainda assim, houve recuo na comparação com junho, quando a leitura foi de 0,83%. Mas esta é a maior alta para o mês desde 2004, quando atingiu 0,93%. No ano, o índice acumula alta de 4,88% e, em 12 meses, de 8,59%.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (23) pelo IBGE.

Ainda hoje, mas após o pregão, a Hypera (HYPE3) divulga seus resultados do segundo trimestre.

No cenário político, seguem as repercussões quanto à troca de ministérios, que aumenta o poder do Centrão e reduz o de Paulo Guedes com a criação do Ministério do Trabalho, até então sob a Economia.

Também repercute a suposta pressão do Ministério da Defesa sobre a Câmara dos Deputados, pela aprovação do voto impresso. O ministro da Defesa, Walter Braga Netto, emitiu nota desmentindo ameaças às eleições de 2022 feitas ao presidente da Câmara, Arthur Lira, caso o voto impresso não passasse na Câmara.

Destaques no Exterior

Os mercados futuros de Nova York seguem em tendência de alta nesta sexta-feira (23), depois de um pequeno susto na quinta (22) com os novos pedidos de seguro-desemprego, que subiram inesperadamente.

Os investidores seguem otimistas com a temporada de balanços do segundo trimestre. A American Express reportou hoje lucro líquido de US$ 2,80 por ação, quando a projeção era US$ 1,66. Ontem, o Twitter também informou resultado acima do consenso.

O mercado também aposta na manutenção da política monetária pelo Federal Reserve (Fed) na reunião da próxima semana – a exemplo do que fez o Banco Central Europeu ontem.

Em indicadores, destaque para o Índice dos Gerentes de Compras (PMI na sigla em inglês) da zona do euro, que teve resultados acima das projeções.

O PMI Industrial ficou em 62,6, quando o mercado aguardava 62,5 pontos. O PMI de serviços ficou em 60,4, quando a expectativa era por 59,5. E o composto (que une indústria e serviços) ficou em 60,6, acima da projeção de 60 pontos.

Pontuações acima de 50 indicam aceleração da atividade, ao passo que leituras menores indicam retração.

Já no Reino Unido, os resultados ficaram aquém. O PMI da indústria foi de 60,4 pontos, quando a projeção era 62,7. O de serviços, 57,8, com expectativa de 62. E o composto, 57,7, com projeção de 61,9. Hoje ainda sai o resultado do PMI dos Estados Unidos.

Ainda no Reino Unido, o resultado positivo veio das vendas no varejo, que subiram 0,5% em junho, com ganho de 9,7% na comparação anual. Em maio, as vendas haviam recuado 1,3%.

Já a votação do pacote de infraestrutura do presidente americano Joe Biden deve ficar mesmo para a semana que vem. Ao que tudo indica, o valor deve ficar em US$ 1,2 trilhão.

Veja as cotações às 10h11:

Mercados de Nova York

  • Dow Jones: +0,50%
  • S&P: +0,42%
  • Nasdaq: +0,29%

Mercados Europa

  • DAX, Alemanha: +0,95%
  • FTSE, Reino Unido: +0,76%
  • CAC, França: +1,07%
  • FTSE MIB, Itália: +1,23%
  • Stoxx 600: +0,89%

Mercados Ásia

  • Nikkei, Japão: fechado por feriado
  • Xangai, China: -0,68%
  • HSI, Hong Kong: -1,45%
  • ASX 200, Austrália: +0,11%
  • Kospi, Coreia: +0,13%

Petróleo

  • Brent (setembro 2021): US$ 73,58 (-0,28%)
  • WTI (setembro 2021): US$ 71,76 (-0,21%)

Ouro

  • Ouro futuro (agosto 2021): US$ 1.803,30 (-0,12%)

Minério de ferro

  • Bolsa de Dalian: US$ 173,58 (-2,01%)

 

 

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3