Bolsa opera em alta e volta aos 106 mil pontos

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Flickr

O Ibovespa iniciou o dia em queda nesta sexta-feira (14), mas virou para o positivo e, às 15h43, tem alta de 0,85%, aos 106.425,68 pontos.  

Hoje teve divulgação pelo IBGE do volume de vendas do comércio varejista no país, que cresceu 0,6% em novembro, na comparação com o mês anterior (0,2%). O resultado veio melhor do que a projeção de estabilidade.

Mesmo com o avanço, mais da metade das atividades tiveram resultado negativo. No ano e em 12 meses, o varejo acumula alta de 1,9%. 

Ontem (13), a pesquisa do setor de serviços surpreendeu ao avançar bastante acima da projeção, após dois meses de recuos consecutivos – alta de 2,4% no mês, quando se esperava 0,1%. 

Mais cedo, a FGV divulgou o Indicador de Comércio Exterior (ICOMEX), que apontou que a balança comercial registrou em 2021 o maior superávit da sua série histórica, com US$ 61,2 bilhões, um acréscimo de US$ 10,8 bilhões em relação ao saldo de 2020. 

Houve aumento de 34,2% nas exportações e de 38,2% nas importações. E as commodities representam 67,7% nas exportações totais. Confira aqui as projeções do BTG (BPAC11) para as commodities.

No campo político, servidores federais articulam paralisação na próxima terça-feira (18), por reajustes salariais. 

Money Week tem seleção de craques internacionais hoje

A Money Week Cenários 2022 acaba nesta sexta-feira (14), mas ainda tem muito conteúdo especialmente pensado para você!

Hoje será a vez de uma seleção de craques internacionais: Joseph StiglitzThomas Piketty e Deirdre MacCloskey. E para fechar, uma análise de Alexandre Schwartsman.

E você ainda pode conferir as palestras de todos os convidados que já marcaram presença nesta edição: Sérgio MoroMichel TemerRoberto D’AvilaPaul KrugmanFelipe MirandaEttore MarchettiCarol DiasJuliano CustodioEdgar Abreu.

Não perca essa oportunidade, esteja preparado para 2022! Clique aqui e faça seu cadastro agora mesmo.

Mercados do exterior

Começa hoje a temporada de balanços do quarto trimestre nos EUA, com JP Morgan, Citigroup e Wells Fargo.

Em indicadores, as vendas no varejo dos EUA caíram 1,9% em dezembro, ante alta de 0,3% em novembro. O dado frustrou as expectativas de mercado, que projetava uma redução de 0,1%. 

Já a produção industrial do país caiu 0,1% em dezembro. A projeção era de alta de 0,2%

Ontem, foi divulgado o Índice de Preços ao Produtor (IPP ou PPI), que subiu 0,2% em dezembro e apresentou forte desaceleração, influenciado pela perda de força principalmente do segmento de energia, explicada pela queda dos preços do petróleo em dezembro, e pelo recuo em alimentos. 

A alta acumulada no ano de 2021 chegou a 9,7%, sendo o maior avanço da série histórica.

Este dado se junta aos preços ao consumidor, que avançaram 7% em 2021, e reforça a tese de que a alta de juros nos EUA está próxima – o mercado estima março, com 0,25 ponto porcentual, seguido de mais três ou quatro aumentos. 

Na China, as exportações cresceram 20,9% em dezembro na comparação anual e superaram previsão de 19%. As importações tiveram alta de 19,5%, quando a expectativa era de 24,2%.

E na zona do euro, a balança comercial teve déficit de 1,5 bilhões de euros em novembro, primeiro resultado negativo desde 2014. 

Mercados de Nova York

  • Dow Jones: -1,01%
  • S&P: -0,51%
  • Nasdaq: -0,12%

Mercados Europa

  • DAX, Alemanha: -1,04%
  • FTSE, Reino Unido: -0,29%
  • CAC, França: -0,81%
  • FTSE MIB, Itália: -1,15%
  • Stoxx 600: -1,02%

Mercados Ásia

  • Nikkei, Japão: -1,28%
  • Xangai, China: -0,96%
  • HSI, Hong Kong: -0,19%
  • ASX 200, Austrália: -1,08%
  • Kospi, Coreia: -1,36%

Petróleo

  • Brent (dezembro 2021): US$ 85,27 (+0,95%)
  • WTI (novembro 2021): US$ 82,75 (+0,77%)

Ouro

  • Ouro futuro (dezembro 2021): US$ 1.822,55 (+0,06%)

Minério de ferro

  • Bolsa de Dalian: US$ 113,74 (-2,30)