Ibovespa futuro abre em queda, alinhado com bolsas internacionais

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Flickr

O Ibovespa futuro iniciou a quinta-feira (4) em baixa de 0,16, aos 92.520 pontos. O dólar futuro está cotado a R$ 5,05, com queda de 0,35%.

Ontem (3), a bolsa fechou com mais uma alta na semana, de 2,15%, chegando a 93.002,14 pontos.

Os principais temas do dia vêm do exterior, onde os mercados operam em baixa.

O Banco Central Europeu acaba de anunciar a expansão do programa de compra de títulos de dívidas dos governos além de 1,5 trilhão de euros, acima das expectativas.

Nos Estados Unidos, é dia de divulgação dos novos pedidos de seguro-desemprego. As reivindicações vêm caindo semana a semana e, para esta, a projeção é de 1,8 milhão de pedidos – que se somariam aos mais de 40 milhões desde o início da crise do coronavírus.

Temas secundários são o descarte da ideia de Donald Trump de utilizar o exército para conter as manifestações contra a morte de George Floyd, que acontecem já há dez dias. E também a proibição da entrada de companhias aéreas chinesas nos Estados Unidos a partir de 16 de junho.

O que você verá neste artigo:

Ações

O Conselho de Administração da Via Varejo (VVAR3) aprovou a realização de oferta pública de ações ordinárias, que pode atingir R$ 4 bilhões. Os recursos captados serão destinados para investimentos em tecnologia e logística, inovação e desenvolvimento, além da otimização da estrutura de capital, incluindo reforço de capital de giro.

A BR Malls (BRML3) comunicou que retomou as atividades de mais quatro shopping centers, pós-quarentena. Também que irá integrar 6 mil lojas de shoppings no B2W Marketplace (BTOW3), permitindo a venda das lojas nos sites Americanas.com, Submarino e Shoptime.

A agência de classificação de riscos Moody’s mudou a perspectiva de rating da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) de estável para negativa.

Acompanhe as cotações às 8h45:

Nova York

  • S&P: -0,46%
  • Nasdaq: -0,17%
  • Dow Jones: -0,40%

Europa

  • DAX, Alemanha: -0,51%
  • FTSE, Reino Unido: -0,36%
  • CAC, França: -0,54%
  • FTSE MIB, Itália: -0,89%
  • Stoxx 600: -0,49%

Ásia

  • Nikkei, Japão: +0,36%
  • Xangai, China: -0,14%
  • HSI, Hong Kong: +0,17%
  • ASX 200, Austrália: +0,84%
  • Kospi, Coreia: +0,19%

Petróleo

  • WTI (julho 2020): US$ 36,77 (-1,39%)
  • Brent (agosto 2020): US$ 39,51 (-0,70%)

Conheça os benefícios de se ter um assessor de investimentos