Análises e Previsões

A Luta do Século

Ficar na defensiva ou partir para o ataque? Qual será a sua estratégia para 2018?

Avalie este artigo!

O registro da menor taxa de juros da história, aliada à uma inflação teoricamente controlada e a volatilidade típica de ano eleitoral, fazem de 2018 um ano extremamente peculiar e desafiador.

Estas características têm tirado o sono de muitos investidores, preocupados em como manter a rentabilidade de seus investimentos próxima a dos “áureos” tempos da SELIC a 14.25%.

Afinal, é hora de arriscar e partir para o ataque (leia-se renda variável), mesmo ignorando perfis mais conservadores ou o momento requer resiliência?

Ali vs Foreman – A luta do século

Este cenário de incerteza, o temor de que ele atinja nossa recuperação econômica e o receio por parte de alguns investidores, me fez lembrar da famosa luta entre Muhammad Ali X George Foreman em 1974, conhecida como a Luta do Século!

Muhammad Ali era visto à época como um fanfarrão em vias de aposentar-se. Aos 32 anos, as promessas de “Vou dar uma surra nele” pareciam ao vento, principalmente por do outro lado, deparar-se com um atual campeão, 7 anos mais jovem, mais forte e mais rápido.

Foreman iniciou a luta fazendo o que dele se esperava: Encurralou Muhammad Ali nas cordas e não lhe deu trégua. O nocaute parecia questão de tempo.

luta do século-nocaute

Alguns rounds depois, Muhammad Ali seguia em pé e a cada soco que abria sua guarda, falava alto para que todos ouvissem: “Vamos George! Me disseram que você tem a mão pesada”. Ocorre que Foreman não estava habituado a combates longos e Muhammad Ali sabia disso.

A partir do quinto round, o atual campeão cansou de tanto socar o “muro”. A estratégia ficou conhecida como “rope-a-dope”, algo como dopado nas cordas, e consistia em usar a flexibilidade dos elásticos do ringue para absorver os impactos de Foreman.

luta do século rope-a-dope

Aos 12 segundos para o término do oitavo round, Foreman sucumbiu a uma sequência de golpes de um descansado Ali e foi à lona. Muhammad Ali era novamente, após dez anos, campeão mundial de pesos-pesados e o vencedor da mais espetacular luta de boxe já realizada na história.

Muhamad Ali ensinou ao mundo, que não existe adversário imbatível, quando se tem uma estratégia correta.

luta do século-adversário imbatível

Em qual Corner voce está?

Sigo defendendo que o avanço econômico é real, independe dos rumos políticos, e isto não deve mudar.

Estamos no ringue e nosso adversário atende pela alcunha de volatilidade. Lembro a todos que ainda estamos nos “primeiros assaltos”. A luta promete ser longa e cheia de reviravoltas.

Não se desespere com a volatilidade dos juros futuros ou índice bovespa, aproveite as cordas para absorver os impactos da volatilidade, posicione-se como comprador nos momentos em que o mercado se mostrar fragilizado e prepare o seu “cruzado” quando perceber que ele está otimista.

Quer ajuda para sair das cordas?

Os momentos de crise, são os mais interessantes para se fazer mudanças em nossos investimentos.

Claro que não é fácil ter clareza enquanto é golpeado e prensado entre as cordas, mas é ai que entra a nossa função como treinador e observador de fora do ringue.

Como diria o Rocky Balboa: “Não importa o quanto você bate, mas sim o quanto você aguenta apanhar, suportar e seguir em frente!”

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

 

Filipe Teixeira

Filipe Teixeira é redator do Portal EuQueroInvestir. Gremista, filho dos anos 80, apaixonado por filmes, música, política e economia.

É também Coordenador da área de Marketing do EuQueroInvestir.com e do EuQueroInvestir A.A.I assessores de investimentos.

Me envie um e-mail: filipe.teixeira@euqueroinvestir.com
Ou então uma mensagem por WhatsApp: (51) 98128-5585
Instagram: filipe_st

Artigos Relacionados

Close