85% dos investidores brasileiros guardam dinheiro na poupança. Os banqueiros agradecem! Entenda Por Quê

Olá, Me chamo Juliano Custódio, sou assessor de investimentos e CEO de um dos três maiores escritórios de investimentos do Brasil.

Juliano Custodio
Juliano Custodio é empreendedor digital, apaixonado por tecnologia, investimentos e tudo o que esta mistura pode criar. É também CEO do EuQueroInvestir.com e do EuQueroInvestir A.A.I assessores de investimentos. Me envie um e-mail: juliano.custodio@euqueroinvestir.com Ou então uma mensagem por WhatsApp: (47) 9.8859.2799.

Eu gostaria de ter a habilidade de ser mais sucinto, mas creio que a gravidade do tema central deste artigo, requeira uma análise minuciosa.

Afinal, aproximadamente 8 em cada 10 investidores brasileiros estão deixando de ganhar dinheiro!
O que vou te contar neste vídeo, deveria constar em todas as peças publicitarias dos grandes bancos brasileiros (leia-se Itaú, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Santander). Mas por razões óbvias, nenhum grande banco tem interesse que você saiba disso.

Afinal, estes 5 bancos respondem, juntos, por R$4,00 de cada R$5,00 movimentados no Brasil. O R$ 1,00 restante, precisa ser dividido por outras 150 instituições financeiras.

Atualmente 8 em cada 10 investidores brasileiros, possuem investimentos em cadernetas de poupança.

Talvez você ache isso um dado bom, afinal, com a crise econômica que atinge o país desde 2014, é importante que o brasileiro ainda assim, consiga poupar dinheiro, certo?

ERRADO!

As únicas pessoas felizes com o fato de 62 milhões de brasileiros investirem em caderneta de poupança, são os donos de banco.

Calma. Explico:

Atualmente, a poupança rende 0,37% ao mês.
Parece pouco?

Pois é ainda pior.


Este gráfico mostra a rentabilidade real da poupança, ou seja, quanto ela rende após descontarmos a inflação.

Atente para a linha azul. Perceba que em alguns casos, a rentabilidade para quem investiu na poupança foi negativa..

Sim, 62 milhões de brasileiros, guardaram seu suado dinheiro nos bancos, em cadernetas de poupança, para no final de um ano, terem um rendimento negativo, ou próximo de zero.

Enquanto isso…


Por isso eu reafirmo: Alguém está ganhando muito dinheiro com o seu investimento em poupança, e não é você!

Agora, vamos pensar porque os brasileiros tem o hábito de investir em poupança.

Econômica Federal e ao mesmo tempo, a caderneta de poupança.

Naquela época, a poupança rendia 6% ao ano, algo em torno de 0,5% ao mês. Não parece muito não e mesmo?

Agora lembre-se que hoje, 157 anos depois, a poupança paga ainda menos!

No entanto, a maior parte dos brasileiros, possuem um perfil conservador em seus investimentos, ou seja, não gostam de correr nenhum tipo de risco.

Nosso histórico político e as diversas crises econômicas que enfrentamos ao longo dos últimos anos tornam fácil a compreensão deste perfil majoritário.

Mas você já se perguntou a razão de a caderneta de poupança ser de fato, tão segura?

Se você pensou que a garantia se dá pela solidez financeira do seu banco, lamento informar mas você errou. De novo.

Quem garante as aplicações financeiras da poupança (e de outros investimentos que falarei mais tarde) é o FGC – O Fundo Garantidor de Crédito.

O que é e o que faz o Fundo Garantidor de Crédito?

O FGC é uma associação sem fins lucrativos que administra um mecanismo de proteção aos correntistas e investidores contra casos de falência ou liquidação de instituições financeiras.

Talvez você esteja pensando: “Eu não confio nestas garantias. Meu banco está comigo há anos e nunca tive problemas. Por que deveria confiar em um vídeo de internet. Quem me garante que não é um golpe?”

Bom, uma breve pesquisa na internet lhe permitirá confirmar tudo o que estou dizendo.

Atualmente o FGC possui disponível em seu caixa, mais de R$ 66 bilhões já tendo “salvo” milhares de investidores (casos dos bancos BVA, Cruzeiro do Sul e recentemente o Neon).

Quais investimentos são cobertos pelo FGC?

Além da poupança, outros investimentos de crédito bancário também possuem a mesma cobertura do FGC. São eles:

– CDBs e RDBs
– Letras de câmbio
– Letras imobiliárias
– letras hipotecárias;
– Letras de crédito imobiliário (LCI)
– Letras de crédito do agronegócio (LCA)

Eu recomendo fortemente que você pesquise sobre tudo isto que estou afirmando, afinal, é sempre importante verificar as informações, principalmente quando tratam diretamente sobre o nosso dinheiro.
Bom, acho que agora já lhe passei todas as más notícias, mas calma: Sempre existem as boas.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Chegaremos lá.

Todos estes investimentos que citei, possuem a mesma segurança da poupança e são indicados para o mesmo perfil de investidor: O conservador.

A grande sacada, é que estes investimentos pagam, no mínimo, 18,88% a mais de rentabilidade.

Existem 3 grandes pilares sobre os investimentos: Risco, rentabilidade e liquidez.

Fatalmente, você precisa abrir mão de uma delas. Você jamais poderá ter as 3 juntas no mesmo produto.

No caso da poupança, você possui a segurança proporcionada pelo FGC, ou seja, risco zero, além da liquidez, que é o fato de você poder sacar seu dinheiro a qualquer momento. No entanto, como vimos, a rentabilidade é pífia.

O mercado de ações, por outro lado, permite ganhos muito maiores, com liquidez imediata, mas… você corre o risco de suas ações perderem valor a qualquer momento.

Mas no caso destes investimentos de renda fixa (e aqui darei ênfase aos CDBs por serem os mais populares), o cenário é exatamente igual ao da caderneta de poupança, ou seja (liquidez imediata e seguro pelo FGC) com a diferença de você conseguir uma rentabilidade muito superior.

E por que o seu gerente de banco nunca lhe disse isso? Porque o seu dinheiro já está aplicado lá, rendendo muitos juros…. Para o banco!

Se você entendeu como funciona o mecanismo de proteção aos investimentos de renda fixa, já deve entender agora que para efeito de segurança, tanto faz você investir no Itaú, no banco BMG ou no banco Topázio, certo?

Também é óbvio que quanto menor o banco, melhor será a taxa que ele oferecerá para quem lhe emprestar dinheiro não é?

Aqui entra em cena a velha lei da oferta e demanda: Por que o Itaú ofereceria a mesma rentabilidade (oferta) que o banco BMG, que possui milhões de clientes a menos (demanda)?

Mas, se ambos oferecem a mesma garantia (o FGC), a única razão que faz com que alguém invista pelo Itaú é o fato dele ter uma rede de agências muito maior.

Você não quer abrir uma conta no banco Topázio. Talvez você nem soubesse que este banco existe, até ler este texto…

De fato, não faz nenhum sentido você sair abrindo contas em diversos bancos, cada vez que um deles lhe oferecer uma taxa de rendimento mais atrativa.

Agora, já pensou que máximo seria, se você pudesse investir em diversos bancos, com uma única conta, da mesma forma como vai a um shopping center comprar uma camisa polo, um perfume e uma vara de pesca? Tudo em um único lugar?

Eu disse que as boas notícias chegariam. E chegaram!

A XP investimentos, é o maior “shopping financeiro da américa latina”. Há 15 anos, a XP investimentos atua com o propósito de ajudar o brasileiro a investir melhor, ou seja, bem longe dos grandes bancos.

E há 5 anos, nós da EuQueroInvestir, escolhemos a XP Investimentos para ser nossa parceira e parceira dos nossos clientes.

Hoje, já somos um dos três maiores escritórios do Brasil, vinculados à XP, contando com mais 8 mil clientes e aproximadamente R$2,5 BI sob assessoramento.

Mas antes de avançarmos sobre como iniciar seus investimentos de uma forma inteligente (e não como nos tempos de Dom Pedro II), mostrarei como cheguei nos 18,88% a mais de rentabilidade.

Sem truques, sem mágica.

Separei dois exemplos de CDBs disponíveis na plataforma da XP Investimentos (imagem acima), um prefixado em 12,45% (investimento 1) e outro pós-fixado, pagando 121% do CDI (investimento 2), ambos comparados à poupança (investimento 3), no período de três anos (tempo médio que o brasileiro deixa seu dinheiro na poupança).

Para tornar o entendimento mais fácil, utilizei um aporte de R$100.000,00 reais.

Vamos aos resultados:

Note que em três anos, o ganho real (descontado a inflação no período) investindo pela poupança, seria de apenas R$ 5.010,45. Enquanto o investimento realizado no melhor cenário, o CDB prefixado de 12,45% gerou um ganho de R$ 24.843,27, uma diferença de quase R$20.000,00!

Talvez você esteja pensando que a diferença não é tão grande assim e já leu anúncios por aí, oferecendo rentabilidades de 400%, 500%, 1000% ao ano. Bom, eu afirmo com toda a convicção que quem promete este tipo de rentabilidade, está totalmente mal-intencionado e na verdade está planejando tomar todo o seu dinheiro.

Não sei quanto a você, mas eu, prefiro deixar estes R$ 20 mil no meu bolso e não no dos banqueiros.

Lembro também que a atual taxa básica de juros brasileira (SELIC) está definida em 6,5% ao ano, o que faz com que os ganhos em renda fixa não sejam tão expressivos quanto em 2014 por exemplo, quando a SELIC estava em 14,25% ao ano.

Cabe também, o registro de que a SELIC tende a aumentar já no curto e médio prazo, o que potencializará a diferença entre os investimentos de renda fixa e a poupança.

E qual o primeiro passo para que você pare de perder dinheiro?

Agora que você já compreendeu como funciona a garantia do seu investimento em poupança, descobriu que ela é a mesma de alguns investimentos em renda fixa, e que eles podem te dar uma rentabilidade de quase 20% a mais, o próximo passo e conversar com um assessor de investimentos.

O que será abordado nesta conversa com o seu assessor:

O que é e o que faz uma corretora;
Quem é a XP Investimentos e por que a recomendamos;
Quem é e como um assessor financeiro irá te ajudar a crescer seu patrimônio;
Por que um assessor não tem custo algum para você (é a corretora que paga);
E como conseguir investimentos muito melhores que os que você tem acesso em seu banco.

Todas necessárias para que você tenha mais confiança e tranquilidade na hora de investir.

Por favor, preencha os dados abaixo, para que possamos verificar se existe algum assessor de investimentos disponível em sua região. Lembrando que nossa assessoria é gratuita.

Eu espero ter atingido meu objetivo e mostrado que investir com dois séculos de atraso, não faz mais nenhum sentido, afinal existem maneiras mais inteligentes e modernas de cuidar do seu dinheiro.

Se você está cansado de poupar dinheiro e nunca ter o suficiente para realizar seus projetos de vida, agende uma conversa comigo ou com um de nossos mais de 80 assessores de investimentos.

Nós, da EuQueroInvestir, teremos o maior prazer em te ajudar a investir melhor!

Por favor, preencha os dados abaixo, para que possamos verificar se existe algum assessor de investimentos disponível em sua região. Lembrando que nossa assessoria é gratuita.

[progressive-profiling landing-page=”cpwritev4″]